0 Shares 264 Views

Salários de políticos curitibanos podem ser reduzidos por PL de iniciativa popular

19 de janeiro de 2016
264 Views

abaixo-assinado

O grupo Primavera, que se diz apartidário, busca assinaturas de um projeto de iniciativa popular que visa reduzir os salários do prefeito e dos vereadores de Curitiba. O objetivo é que os vereadores recebam média R$ 3.200, próximo ao valor indicado pelo Dieese como ideal para o salário mínimo dos brasileiros. Atualmente, os parlamentares ganham cerca de R$ 15 mil ao mês como subsídio bruto, com os descontos o valor é de R$ 11,4 mil. O presidente da Câmara Municipal recebe R$ 19,7 mil. As informações são do Paraná Portal.

Em um mês, os 38 parlamentares recebem juntos 574,7 mil e, caso o projeto de lei seja aprovado, o valor cairia para R$ 121,6, uma economia de R$ 453,1 ao mês , apenas com os salários dos vereadores.

Além dos salários, o grupo pede a redução de benefícios, trocando o auxílio gasolina e o carro alugado pelo transporte público e a redução do valor que é pago em diárias de viagens – que hoje é de aproximadamente R$ 600, segundo o grupo. Os organizadores recolheram cerca de 9 mil das 62 mil assinaturas de eleitores necessárias para que o projeto seja avaliado na Câmara.

Uma proposta foi apresentada na Câmara Municipal pelo vereador Jorge Bernardi (PDT), em setembro de 2015, pedindo redução de 30% nos salários dos parlamentares, caindo de R$ 15 mil para R$ 11 mil, a medida seria válida para os parlamentares eleitos em 2016, que tomam posse em fevereiro de 2017. Pelo projeto, os vencimentos dos vereadores não podem ultrapassar o valor máximo pago a um professor da rede pública municipal com doutorado na mais alta escala da progressão de carreira. Em agosto do mesmo ano uma manifestação na Casa com a participação de aproximadamente 50 pessoas, pediu a redução dos salários dos vereadores.

“Eu creio que o salário deve ser proporcional ao que cada um desempenha; R$ 4 mil se eles realizam apenas uma sessão por semana eu creio que é um salário compatível, (diminuir o salário) seria uma hipocrisia e uma demagogia”, afirmou na época da manifestação o presidente da Câmara, Ailton Araújo (PSC).

Em Santo Antônio da Platina, os salários dos vereadores vão passar dos atuais R$ 4 mil para R$ 970, na próxima legislatura. Na cidade vizinha, Jacarezinho, os vereadores que recebem R$ 6,2 mil aceitaram reduzir para R$ 4,3 mil. Mas os moradores ainda não estão satisfeitos e pedem que seja para um salário mínimo.

Foto: Fernando Garcel/Paraná Portal

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.