0 Shares 124 Views

PSDB e DEM saem na frente pela disputa presidencial de 2022

21 de agosto de 2019
124 Views

 

Cada vez mais incomodados com o estilo de governar de Jair Bolsonaro, PSDB e DEM aceleraram o processo de montagem de uma candidatura ao Planalto para a eleição de 2022. As seguidas trombadas políticas com o presidente, e os ataques que sofrem seguidamente nas redes sociais bolsonaristas, fizeram o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), decidirem que estarão juntos nas eleições de 2020 (municipais) e 2022 (nacionais)Até as pedras do Congresso sabem que João Doria deseja disputar a sucessão presidencial. Já Rodrigo Maia, cacifado pela condução da reforma da Previdência, se posicionou bem nesse jogo. Uma chapa natural seria encabeçada por Doria, tendo Maia de vice. Uma candidatura com perfil liberal, de centro, e, mais importante, distanciada o máximo possível de Bolsonaro. As informações são de Marcelo de Moraes no Brasil Político.

Corrida longa – A três anos da disputa presidencial, é claro que tem muita água para passar debaixo dessa ponte. Mas os dois grupos decidiram unir forças por entender que não há perspectiva possível de alguma parceria com o presidente ou seu grupo. Maia não esquece os ataques que segue sofrendo nas redes sociais bolsonaristas e Doria já está passando pelo mesmo processo. Se tudo der certo, esse grupo político quer assumir o protagonismo na condução da agenda liberal de retomada do crescimento econômico do País, mantendo boa relação com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e tocando a vida em frente. Como a corrida presidencial é uma maratona e não uma prova de 100 metros, ninguém vai botar o bloco na rua explicitamente. Mas o processo de sucessão começou no campo conservador. É jogo jogado.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.