Escrito por 19:40 Foz do Iguaçu

Parque das Aves oferece blocos de gelo com frutas para aves se refrescarem no calor

Para ajudar a diminuir o calor de Foz do Iguaçu, comum nesta época do ano, a equipe da Divisão de Bem-estar Animal do Parque das Aves oferece blocos de gelo com frutas para as aves se deliciarem e se refrescarem durante o verão. E os visitantes do atrativo terão a oportunidade de acompanhar as aves interagindo com esse enriquecimento ambiental nesta quarta-feira, 11/12, às 10h, no Viveiro das Araras.

Os itens são feitos com variadas frutas da estação que fazem parte da dieta das aves nesta época do ano, porém a diferença é que são congeladas com água. Paloma Bosso, diretora técnica do Parque das Aves, explica que a ideia é ofertar os blocos de gelo nos dias mais quentes para que as aves experimentem diferentes sensações, texturas e sabores. “Oferecer os alimentos de formas diferentes das quais as aves estão acostumadas a receber as incentivam a explorarem o novo e cultiva uma de suas principais características: a curiosidade”, diz a médica veterinária Roberta Manacero, responsável pela Divisão de Bem-estar Animal.

Além das frutas congeladas, que são incluídas na programação de enriquecimento ambiental oferecida às aves pela Divisão de Bem-estar Animal durante os meses mais quentes do ano, os animais também ganham água fresca, sombra e aspersores, um tipo de chuveirinho que umidifica o ar. Tudo para amenizar o calor de Foz do Iguaçu.

O que é enriquecimento ambiental?

Muito importante para o bem-estar dos animais, o enriquecimento ambiental incentiva ainda seus comportamentos naturais, oferecendo estímulos físicos, nutricionais, cognitivos, sensoriais e/ou sociais. Por exemplo, o enriquecimento ambiental com os blocos de gelo pode ser considerado do tipo nutricional, pois oferece uma forma diferente de oferecer o alimento da ave, e também do tipo sensorial, pois proporciona sensação térmica e texturas diferenciadas.

“No caso das frutas congeladas, além dos itens convencionais do cardápio das aves, como banana, mamão e uva, são oferecidos novos itens sazonais também congelados, e apresentamos outros não habituais, como guabiroba, jabuticaba, amora, melancia e uva passa, para que elas possam explorar sabores diferentes, além da textura do bloco de gelo. Assim há possibilidade de estimular mais de um sentido do corpo através de uma única atividade”, complementa Roberta.

A Divisão de Bem-estar Animal desenvolve uma programação de enriquecimento ambiental semanal, aplicando métodos e itens apropriados para cada espécie que habita o Parque das Aves. Para que seja mantida a imprevisibilidade necessária à atividade, evitando que os animais se acostumem aos itens, a programação é variada, apesar de constante, e os tipos de estímulos oferecidos também alteram bastante. Tudo para manter os animais física e emocionalmente saudáveis.

Uma das técnicas mais empregadas pela equipe do Parque das Aves é a de estimular o comportamento natural de procura pelo alimento o máximo possível. Em seu ambiente
natural, papagaios e araras passam grande parte do seu dia em busca de comida. “Por isso, nossos colaboradores encorajam este comportamento nas aves, proporcionando
desafios equilibrados ao servir a dieta dos animais de maneiras inusitadas, como inseridas em bolas de feno, escondidas em pinhas, bem como em locais e horários variados”, conta Paloma.

O enriquecimento ambiental permite desafios e novidades que simulam situações que ocorreriam na natureza, porém é muito importante que o ambiente também ofereça oportunidade de escolha ao animal, permitindo assim um maior controle de seu ambiente. Outro aspecto importante a ser considerado é a quantidade de enriquecimento a ser ofertado: ele precisa ser proporcional ao número de animais presente no recinto, pois todos precisam ter acesso aos itens ofertados.

Bem-estar das aves

O Parque das Aves sempre manteve o bem-estar dos animais como prioridade em todos os processos. Isso significa investimento em uma equipe multidisciplinar integralmente
dedicada para otimizar a qualidade de vida de cada animal que habita o Parque, oferecendo nutrição adequada, ambiente apropriado, além de saúde física e comportamental.

Fazem parte dessa equipe técnica: um zootecnista, que prepara os cardápios balanceados das aves, veterinários e biólogos, que cuidam do ambiente, saúde física e comportamental dos animais. Todos colaborando para aumentar o grau de bem-estar dos animais. Por isso que o monitoramento e as avaliações diárias da equipe permitem manter um alto grau de bem-estar aos habitantes do Parque das Aves.

Na busca por melhorar cada vez mais o trabalho técnico e oferecer o melhor para os animais que habitam o Parque, o atrativo se candidatou ao processo de certificação estabelecido pela Associação Latinoamericana de Parques Zoológicos e Aquários (ALPZA).

O recebimento desse certificado internacional no mês de maio atestou que o Parque está de acordo com os padrões de excelência em bem-estar animal que um zoológico deve ter.

Serviços
O quê: Enriquecimento de verão no Parque das Aves
Data: 11/12, quarta-feira
Horário: 10h
Local: Parque das Aves
Preço: Gratuito mediante compra do ingresso para o Parque das Aves (compre seu
ingresso AQUI)

Close