por 10:39 Sem categoria

OSMAR REAFIRMA CANDIDATURA E LANÇA FARPAS CONTRA OS TUCANOS

APELO DE LULA

´Mais perto do PT na mesma velocidade que o PSDB fala de candidatura própria”

OSMAR REAFIRMA CANDIDATURA E LANÇA FARPAS CONTRA OS TUCANOS

´A Segurança Pública e a Saúde estão um caos no Paraná; temos quase 300 municípios com IDH abaixo da média nacional´

Curitiba – O apelo feito no final de semana pelo presidente Lula, que determinou às lideranças petistas paranaenses cerrarem fileiras em torno da candidatura do senador Osmar Dias (PDT) pode ser percebido ontem pela manhã na capital, em reunião de Osmar com cerca de 40 prefeitos e vice-prefeitos paranaenses. O senador questionou “qual o grau de confiança que podemos ter na manutenção da aliança de 2006 e 2008” (com o PSDB, PP, PSB, PPS e outros), para em seguida afirmar que “vamos para o lado do PT na mesma velocidade que avança a tese da candidatura própria do PSDB”.

Osmar fez dois pedidos principais aos correligionários. Primeiro, que deem atenção ao ´Projeto Paraná´ (ciclo de encontros nas diversas regiões, colhendo ideias para formular um plano de governo) e, em segundo, que haja um trabalho forte para definir a lista de possíveis candidatos à Assembleia e Câmara Federal. “O Paraná é, talvez, o estado onde o PDT tem maior viabilidade para eleger o governador e nós ainda não temos chapas definidas”, reclamou.

Votação
O senador paranaense disse que “não quer mais ouvir a pergunta” se ele será ou não candidato. “Isso é coisa de 2006. Eu quero ser candidato, estou determinado a ser e o partido tem que estar coeso nesta realidade”, disse. Em determinado momento, o prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald Ghisi resolveu colocar em votação se os presentes preferiam uma aliança do PDT em torno de Dilma ou de José Serra. Deu no mínimo empate, com certa preferência pelo nome tucano.

Falando aos prefeitos, Osmar Dias voltou a criticar algumas situações existentes no Paraná, repetindo o que havia dito em entrevista exclusiva a O Paraná, alguns dias atrás. “A Segurança Pública está um caos, a Saúde está um caos; temos quase 300 municípios com IDH abaixo da média nacional”. Depois, contemporizou, elogiando “algumas” ações do governo Requião, como a política tributária, “a melhor do país” e o programa Trator Solidário, “na verdade uma cópia do nosso Panela Cheia”.

Medo da onça
Instado novamente a falar sobre a possibilidade de aliança com o PSDB, ressaltou disposição em conversar “se houver interesse dos outros”. Na sequência, disse que “o quadro atual nos é bem mais favorável que em 2006, pois não teremos um governador com mandato disputando a reeleição”. Sobre as pesquisas que mostram a extraordinária aceitação ao nome do prefeito de Curitiba, Beto Richa (PSDB), preferiu usar um jogo de palavras: “nós temos que ter medo é da onça, não do rastro da onça”.

Ainda sobre as diferenças em relação ao pleito anterior, Dias salientou “o compromisso do PDT nacional em não fechar questão nos estados, o que nos ajuda a construir novas alianças”. Um prefeito aproveitou a oportunidade para cobrar atitude em relação ao PSB, “que está com Lula no âmbito nacional e tem o vice de Beto Richa em Curitiba”. Num clima já de campanha, não faltaram ameaças: “Vamos separar o joio do trigo. Por enquanto estamos empurrando o ônibus ladeira acima, mas depois – na hora da ladeira abaixo – não podemos ficar aceitando passageiros aproveitadores”.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com