por 13:23 Coronavírus no Paraná, Internacional, Saúde

OMS anuncia acordo com Pfizer para adquirir 40 milhões de doses da vacina contra covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta sexta-feira um acordo com a Pfizer para adquirir, a preço de custo, 40 milhões de doses da vacina contra a covid-19. Elas serão distribuídas pela Covax, a iniciativa da entidade para garantir um acesso igualitário aos imunizantes em todo o mundo.

As 40 milhões de doses, que começarão a ser distribuídas pela Covax em fevereiro depois do acordo anunciado hoje, representam apenas uma pequena fatia do que é necessário para vacinar bilhões de pessoas em 92 países de baixa e média renda.

Além do acordo com a Pfizer, a OMS informou que receberá no primeiro trimestre deste ano 150 milhões de doses da vacina desenvolvida por AstraZeneca/Universidade de Oxford. Elas serão fabricadas pelo Instituto Serum, da Índia, que tem parceria com o laboratório britânico.

O acordo foi anunciado pouco depois de o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, ter feito duras críticas às fabricantes de vacinas e medicamentos por buscar lucros em meio à pandemia e abastecer principalmente os países mais ricos do mundo.

A Pfizer ainda não tinha se comprometido a fornecer vacinas a países pobres a preço de custo, como fizeram alguns de seus rivais. Hoje, porém, a empresa, que desenvolveu o imunizante em parceria com a BioNTech, afirmou que repassará as doses à Covax a um preço “sem fins lucrativos”.

O diretor da Aliança Global para Vacinas e Imunização (Gavi), Seth Berkley, que lidera os trabalhos da Covax, classificou o acordo como “um grande passo para o acesso equitativo às vacinas”.

Fechar