por 16:22 Internacional, Política

Morre Carlos Menem, presidente da Argentina em 1989 a 1999

Morreu no domingo (14), aos 90 anos, o presidente da Argentina Carlos Saúl Menem, líder que pavimentou o caminho para a maior crise econômica e social que a Argentina já conheceu. Ele estava internado havia meses por problemas respiratórios e cardíacos e faleceu em uma clí­nica de Buenos Aires, segundo a imprensa argentina.

O atual lí­der argentino, Alberto Fernández, decretou luto nacional de três dias. Como tradição com todos os presidentes, o corpo de Menem foi velado na sede do Congresso. O corpo chegou ao Congresso às 20h de domingo, quando caía uma tempestade sobre Buenos Aires.

O cortejo, que saiu atrasado da clínica em que ex-mandatário faleceu, foi recebido do lado de fora do palácio legislativo por dezenas de apoiadores que levavam bandeiras da Argentina. Muitos gritavam: “Te amo presidente” e “Menem, nunca o esqueceremos”.

O caixão foi recebido, de acordo com o protocolo, pela presidente do Senado e vice-presidente do país, Cristina Kirchner. Estavam presentes a ex-mulher de Menem, Zulema, sua filha, Zulemita, e alguns de seus netos. Instalado no salão dos Passos Perdidos, onde é o costume velar os presidentes da Argentina, o caixão foi coberto por uma bandeira do país.

Ele ficou exposto para a visitação pública até as 13h desta segunda-feira (15).

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com