Written by 8:50 Foz do Iguaçu e Região, Turismo

Foz do Iguaçu é estratégica para o turismo internacional no Brasil

Foz do Iguaçu é a área mais estratégica para o nosso turismo, não só do Paraná, mas do Brasil e até da América do Sul. A avaliação é do empresário Fábio Aguayo, diretor da Confederação Nacional de Turismo (CNTur) e vice-presidente de relações institucionais da Federação do Turismo do Paraná (Feturismo), ao comentar a reabertura dos atrativos da cidade, prevista para 10 de junho. Informações GDia.


O destino turístico, sede do Parque Nacional do Iguaçu no trecho onde estão as Cataratas do Iguaçu, recebeu em 2019 mais de dois milhões de visitantes. Aproximadamente 50% deste total, eram estrangeiros residentes em todos os países do mundo. “A expectativa é que a retomada da economia tenha início já nesta data, em 10 de junho”, ressaltou Aguayo.

De acordo com ele, mesmo com a retomada, preocupa saber que o turismo internacional vai demorar para retornar. Ainda mais que a maioria desses turistas, que visitam Foz do Iguaçu, são pessoas acima dos 60 anos, aposentados, afirma. “Óbvio que vem muitos jovens, mas as pessoas com mais poder aquisitivo, a gente tem acompanhado são as que já estão com idade mais avançada”, ressaltou.


Na avaliação do representante da CNTur e Feturismo, são exatamente estes que vão fazer falta nesse momento da retomada econômica da região. “Temos que explorar muito o turismo interno, nacional, até porque a Tríplice Fronteira (com Paraguai e Argentina) está fechada”, ponderou.

Exatamente em função deste quadro, Fábio Aguayo acredita ser necessário para todo o Brasil, trabalhar o turismo interno e regional. “Aqui do Sul, pessoas do entorno de Foz do Iguaçu, do Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, como tradicionalmente respondem por boa parte dos turistas na região”.

(Visited 13 times, 1 visits today)

Close