0 Shares 164 Views

Ferrovia no Paraná não é prioridade, diz Gleisi

30 de maio de 2014
164 Views

Ferrovia no Paraná não é prioridade, diz Gleisi

Em reunião com o setor produtivo paranaense, na sede da Fiep, a senadora Gleisi Hoffmann (PT) e o ministro Cesar Borges (Transportes) foram categóricos ao informar que a nova ferrovia entre Maracaju (MT) e o Porto de Paranaguá, não é prioridade do governo Dilma Rousseff. O pleito, uma articulação do Governo do Paraná e do G7 (grupo de empresários) não sairá em curto prazo e Gleisi disse que a escolha das obras é conforme o palanque eleitoral.

“Obras que demorem e não podem ser feitas em um prazo de quatro anos não serão executadas”, disse aos empresários, que foram pegos de surpresa pela franqueza da senadora. César Borges disse que a definição das obras está sendo feita entre o governo e os empreiteiros, que escolhem qual investimento é mais lucrativo para as empresas. “O Sinicon (Sindicato Nacional da Indústria de Construção Pesada) diz que obras consegue entregar em um curto prazo. Se eles não querem, não é prioritária”, completou Gleisi.

A senadora reforçou que há um trecho “difícil” no trajeto do trem paranaense, que cruza áreas ambientais na Serra do Mar, e “nenhuma empresa quer fazer o projeto e a obra”. A notícia preocupou os empresários. Na hora das perguntas, o ministro foi advertido pelos empresários que o ramal que liga Curitiba e Paranaguá, cujo traçado tem mais de 100 anos, tem pontos e pontes que podem cair por falta de manutenção. César Borges disse que ia estudar o caso.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.