por 16:25 Geral

Eduardo Bolsonaro recorre de decisão do Facebook, que suspendeu o perfil do deputado por 30 dias

Em junho, Eduardo Bolsonaro já havia tido a conta suspensa após publicar um vídeo de seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, dizendo que a maior parte das mortes por COVID-19 no Brasil não foi causada pela doença.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) recorreu na segunda-feira (19) à Justiça do Distrito Federal contra a plataforma Facebook. O filho do presidente da República teve seu perfil na rede social suspenso por 30 dias desde 14 de julho e agora solicita liminar para derrubar a punição da plataforma, reporta o portal Poder360.

Eduardo Bolsonaro teve o perfil suspenso após uma publicação com frases creditadas ao ditador alemão Adolf Hitler. O parlamentar reclama que não teve possibilidade de defesa.

O deputado é reincidente. Em junho, Eduardo recorreu ao Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) contra a empresa norte-americana, que havia suspendido suas publicações no Facebook de 8 a 14 de junho.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), no dia 8 de dezembro de 2020

A suspensão em junho ocorreu após Eduardo Bolsonaro ter publicado um vídeo de Jair Bolsonaro dizendo que a maior parte das mortes por COVID-19 no Brasil não tinha sido causada pela doença. O próprio presidente admitiu que errou após o episódio.

Durante todo o período da pandemia do novo coronavírus, Eduardo Bolsonaro e o pai tiveram vídeos suspensos no YouTube por propagação de desinformação. No Twitter e no Facebook, publicações também foram marcadas como falsas.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com