Written by 8:21 Brasil, Justiça, Policial, Politica

Editor-chefe da Revista Época rebate Lula, critica Fenaj e processará site governista

Ataques de petistas se intensificaram após surgimento de novas denúncias envolvendo o ex-presidente Lula

epoca-edicao-882-capa

Implicante

O editor-chefe da revista Época, Diego Escosteguy, usou sua conta no Twitter para protestar contra os ataques de Lula, o silêncio cúmplice da Fenaj e as baixarias contra ele publicadas no site patrocinado por estatais que defende o PT. Vejam a série de tweets:

A propósito das declarações de Lula no dia dos Trabalhadores contra os jornalistas, aguardo uma defesa das entidades que nos “representam”.

Num evento da CUT, Lula nos chamou de lixo e de desonestos. O Sindicato dos Jornalistas de SP, filiado à CUT, está em silêncio.

A Federação Nacional de Jornalistas, a Fenaj, também não disse palavra. É ligada à CUT.

Por lei, nós, trabalhadores da imprensa, somos obrigados a pagar um imposto que vai para o cofre desses sindicatos. Agradecemos o apoio.

O silêncio cúmplice dessa turma ainda é melhor do que o ridículo do ano passado, quando eles, pagos por nós, atacaram nosso trabalho.

O tal sindicato promoveu evento, pago com nosso dinheiro, para atacar nossas matérias sobre corrupção na Petrobras. Só rindo.

Aliás, também não recebemos nenhuma mensagem de apoio da @abraji, Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo.

É nos silêncios que descobrimos muitas das respostas. Não apenas no jornalismo.

Informam-me que aquele tal blog 247, acusado de envolvimento no esquema da Lava Jato, escreveu alguns elogios anônimos a mim.

Há anos hesito a tomar medidas legais contra esse tipo de propaganda governista travestida de jornalismo. Aceito críticas, mas não baixaria

Esse tempo passou. Processarei os responsáveis por esse site e pelos demais que cometerem calúnias ou difamações.

Tenho arquivadas todas as baixarias, mentiras e calúnias publicadas contra mim e colegas nos últimos seis anos.

Que os leitores entendam: blogs como esse são financiados pelo governo petista para intimidar e atacar jornalistas, juízes e procuradores.

O problema é que esses sujeitos publicam qualquer coisa, e essas baixarias e mentiras ficam ali no Google, sujando o nome de pessoas de bem.

Vou buscar meus direitos na Justiça. A partir de agora, nenhuma menção caluniosa ou difamatória ao meu nome passará sem resposta judicial.

E que os leitores também saibam que o responsável por esses comentários anônimos chama-se Leonardo Attuch. Será acionado judicialmente.

(Visited 2 times, 1 visits today)

Close