por 12:58 Sem categoria

DIA NACIONAL DE COMBATE AO FUMO REFORÇA LUTA CONTRA O TABACO NO PR, DIZ ROMANELLI

DIA NACIONAL DE COMBATE AO FUMO REFORÇA LUTA CONTRA O TABACO NO PR, DIZ ROMANELLI
 
O Dia Nacional de Combate ao Fumo neste sábado (29), segundo o deputado Luiz Claudio Romanelli (PMDB), reforça as informações sobre os malefícios do tabaco à saúde e necessidade imperativa da restrição total do tabaco em lugares coletivos no Estado do Paraná. O projeto de lei nesse sentido, aprovado em primeira discussão, voltou a CCJ através de recursos de emendas rejeitadas que previam a instalação de fumódromos em ambientes fechados.

"O dia nacional do combate ao fumo traz dados significativos como os da Organização Mundial da Saúde que aponta o fumo como a principal causa de morte evitável de mais de 40 doenças, entre elas o câncer de vários órgãos diferentes, as doenças cardíacas e o derrame cerebral", disse Romanelli.

PANDEMIA – O consumo do cigarro, disse Romanelli, deve ser considerada uma pandemia, uma vez que, anualmente morrem no mundo cinco milhões de pessoas decorrente dessas doenças, o que equivale aproximadamente a seis mortes por segundo.

Dados do Instituto Nacional do Câncer revelam que, no Brasil, um terço da população adulta fuma, sendo 11,2 milhões de mulheres e 16,7 milhões de homens. "No Brasil, como já disse, morrem 200 mil pessoas por ano e a sociedade não pode ficar mais enxugando gelo ao tratar disso".

FILMES – Romanelli recomenda as pessoas que assistam dois filmes à respeito do assunto e que tratam do poder econômico das indústrias do tabaco. "O Informante", de 1999, com Russel Crowe e Al Pacino, dirigido por Michael Mann, conta a história de um homem que trabalhou durante anos numa fábrica de cigarros e depois resolve revelar os segredos que a indústria tabageira emprega para viciar as pessoas.

Outro filme é "Obrigado por Fumar", com Aaron Eckhart e Katie Holmes, de 2006. A história, dessa vez, é de Nick Naylor, um lobista das indústrias de tabaco que tem sua vida destruída quando se envolve com uma jornalista e ela publica um artigo sobre as estratégias usadas por Nick e pelas empresas.

AMBIENTES LIVRES – "São duas boas histórias, baseadas em fatos reais, que demonstram o poder da indústria tabageira. Há ainda uma série de documentários brasileiros sobre o quanto os nossos agricultores são expostos aos venenos e ás doenças ao produzirem as lavouras de fumo", disse Romanelli.

O deputado disse que o estado vai vencer "a guerra contra o fumo" e o lobby da indústria do tabaco na Assembleia Legislativa. "Vamos votar esse projeto em segunda e terceira discussões, rejeitando mais uma vez as emendas que prevêem fumódromos. A população já compreendeu que somente ambientes 100% livres de fumaça do tabaco, garantem um ambiente saudável para todos", disse.

BOX
Vantagens de parar de fumar

Após 20 minutos:
• A pressão arterial tende a voltar ao normal
• A temperatura das mãos e dos pés sobe para o normal.

Após 8 horas:
• Nível de monóxido de carbono no sangue volta ao normal
• Nível de oxigenação no sangue aumenta para o normal

Após 24 horas:
• Diminui os riscos de um ataque cardíaco

Após 48 horas:
• As terminações nervosas começam a regenerar-se
• O olfato e o paladar voltam ao normal

Após 72horas:
• A árvore brônquica relaxa tornando a respiração mais fácil
• A capacidade pulmonar aumenta

Após 2 semanas a 3 meses:
• A circulação sangüínea aumenta
• Caminhar torna-se mais fácil

De 1 a 9 meses:
• Diminuição da tosse, da congestão nasal, da fadiga e da dispnéia.
• Movimento ciliar dos brônquios volta ao normal, limpando os pulmões e reduzindo os riscos de infecções respiratórias.
• Aumento da capacidade física e da energia corporal

Após um ano:
• redução à metade do risco de morrer por doença coronariana.
• diminuição progressiva do risco de câncer de pulmão, além de outros relacionados ao tabaco.
• melhora da função dos pulmões.
• melhora da potência sexual e da fertilidade.
• melhora da circulação, oxigenação da pele e cicatrização.
• gravidez mais segura e bebês com menor probabilidade de baixo peso.
• redução para a metade do risco de doença vascular periférica.

5 a 15 anos:
• diminuição do risco de derrame cerebral.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com