Escrito por 12:01 Brasil

Copa do Mundo: 61% considera evento ruim

Compartilhe

Copa do Mundo: 61%  considera evento ruim

O Globo

O impacto da Copa do Mundo, que começa no próximo dia 12 e foi umas catalisadoras da insatisfação nas ruas, é considerado negativo por 61% dos entrevistados, que consideram o evento ruim devido aos recursos públicos que dragou, que poderiam ter sido investidos em educação, saúde e outros serviços públicos, segundo a pesquisa. Apenas 34% afirmam que o Mundial será benéfico, por girar a economia e criar empregos. Esse é um dos resultados do levantamento feito, entre os dias 10 e 30 de abril, pelo Pew Research Center, um dos mais importantes institutos de pesquisa dos EUA.

O efeito da Copa para a imagem do Brasil perante o mundo não é uma unanimidade. Quase quatro em cada dez pessoas ouvidas (39%) acham que o impacto será negativo, 35% avaliam que será positivo e 23% consideram que o efeito será nulo.

A frustração dos brasileiros, na sondagem do Pew Research Center, se estende do governo a outras instituições da sociedade. A administração federal, vista como uma boa influência no Brasil por 75% da população em 2010, agora ganha nota positiva apenas de 47%. No caso da Polícia, muito criticada pela repressão às manifestações desde junho de 2013, o indicador positivo recuou de 53% para 33%.

A mídia – contestada por parte dos manifestantes – era considerada uma boa influência por 81% dos entrevistados em 2010 e agora ganha avaliação positiva de 69% dos brasileiros. Os números das Forças Armadas recuaram de 66% para 49%. Os líderes religiosos formam a única categoria que não sofreu abalos em quatro anos: as respostas que endossam boa influência subiram de 67% para 69%.

Os brasileiros também acreditam que o Brasil deveria ser mais respeitado internacionalmente, opinião de 76% dos entrevistados. Porém, menos pessoas afirmam que o Brasil é ou se tornará uma das nações mais poderosas do mundo: o percentual combinado, que era de 77% em 2010, caiu a 59% este ano. O apoio ao Bolsa Família continua inabalado: 75% dos brasileiros consideram o programa de transferência de renda uma boa coisa para o país.

Close