Written by 8:50 +, Brasil, Coluna Boca Maldita, Colunas, Eleições, Eleições 2018 - Paraná, Paraná, Politica

Coluna de quarta, 01

Ele disse não!
Depois de muito disse que disse, que não disse e tals, finalmente o ex-senador Osmar Dias, pré-candidato ao Governo do Estado pelo PDT, tomou uma decisão em relação ao PMDB. Osmar disse não, à proposta do senador Roberto Requião, que queria indicar o vice da chapa, mais a coligação na proporcional para deputados estadual e federal. Aliás, este último ponto, foi o que mais pesou, já que os candidatos do Osmar não queriam correr o risco de fazer figuração na campanha, angariando votos preciosos para garantir a reeleição dos três deputados estaduais e três federais do MDB.

Correria
O anúncio de Osmar, do não ao MDB de Requião, veio depois de uma segunda-feira (30 de julho) agitada. Interlocutores do PDT foram a campo ouvir todas as frentes – do deputado federal Ricardo Barros, do PP, ao deputado federal João Arruda, do PMDB. Não faltaram ameaças, por parte dos osmaristas, de entregar o jogo, abrindo caminho para Ratinho Junior, do PSD, vencer já no primeiro turno.

Correria II
O resultado imediato obtido pelo PDT foi a liberação do PSB, para compor a aliança de Osmar e levar preciosos segundos no horário político eleitoral.

Arruda candidato
Diante dos encontros e desencontros, o deputado federal João Arruda voltou a afirmar que está disposto a levar sua candidatura ao Governo do Estado até o fim. “Não tenho medo de ficar sem mandato”, disse ele, diante de uma reeleição dada como certa para a Câmara Federal.

Arruda II
O MDB, aliás, deverá confirmar até sexta-feira (2), se vai de candidatura própria ou não. Requião, que vai para a reeleição ao Senado, já adiantou que o partido está disposto a seguir carreira solo ao pleito de 7 de outubro.

Frangão confiante
O deputado federal Hermes Parcianello, o Frangão (MDB), tão logo soube do não de Osmar, enviou um áudio para João Arruda se declarando confiante de que ele poderá vencer a eleição já no primeiro turno. “Você é o único candidato verdadeiramente de oposição aos que estão postos aí”, disse Frangão.

Caminhos do PSB
Alheio aos burburinhos dos bastidores, o PSB realizou sua convenção na noite de segunda e tirou como indicativo o apoio à reeleição da governadora Cida Borghetti (PP) e aos senadores Beto Richa (PSDB) e Alex Canziani (PTB). Apesar de a decisão ter sido transferida para a executiva, o clima era de apoio aos três candidatos que compareceram e discursaram durante a convenção.

Executivos presos
Uma operação da Divisão de Combate à Corrupção da Polícia Civil ontem (31 de julho) resultou na prisão de executivos das três maiores distribuidoras de combustíveis do país. A ação, em Curitiba, foi batizada de “Margem Controlada” para combater a combinação do preço do litro de combustível na região metropolitana.

(Visited 1 times, 1 visits today)

Close