0 Shares 359 Views

Coluna Boca Maldita desta terça, 30

30 de janeiro de 2018
359 Views
Osmar no PSB Nacional

Destino de Osmar
A medida que o ano eleitoral vai avançando, as peças vão se movimentando no tabuleiro político. Os ex-senador Osmar Dias (PDT), por exemplo, pode estar próximo de ingressar no PSB para concorrer ao governo do Paraná nas eleições de outubro. Na tarde desta ontem (29), ele se reuniu em Brasília com o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, para conversar sobre os rumos do partido na eleição nacional.

Destino II
A decisão de Osmar deve levar em conta o cenário nacional, já que seu irmão, Alvaro Dias, é candidato à presidência. No PDT, Osmar e a base do partido não se entendem e parte do partido deseja trabalhar para Ciro Gomes.

Já foi
Aliás, por falar no presidente nacional do PSB, ontem ele avaliou que que chegou a hora do PT, do ex-presidente Lula, apoiar um dos antigos aliados históricos. Segundo ele, o protagonismo do partido da estrela vermelha já é coisa do passado.

Teatro Paiol
O prefeito Rafael Greca reabriu sexta (26), o Teatro do Paiol, após a conclusão de várias obras de acessibilidade no espaço. O ato foi marcado pelo show do músico João Bosco com os curitibanos do Mano Trio, formado por Sérgio Albach (clarinete), Glauco Solter (contrabaixo) e Vina Lacerda (percussão).

Segurança
O governador Beto Richa entregou ontem mais 164 viaturas para o Departamento Penitenciário do Paraná – ação faz parte de uma série de investimentos na área da segurança pública e que no próximo mês o Estado repassa mais 600 viaturas para as polícias Militar e Civil.

Judiciário?
As revelações quase que diária, envolvendo membros do nosso combalido Judiciário, provocam o espanto da sociedade. Ontem (29), a coluna Painel da Folha de S.Paulo revelou que o juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro (RJ), recebe auxílio-moradia, aquele pinduricalho de quase R$ 6 mil que cada magistrado tem direito, mesmo tendo imóvel na cidade onde trabalho.

Imoral
Pois, pois, não é que descobriu-se que a esposa dele, que também é juiza, também recebe a verba extra? Bretas foi ao Judiciário para garantir o duplo benefício, que não é ilegal, mas de uma imoralidade. Seria cômico se não fosse trágico!

Sem violência
A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, acusa os desembargadores do TRF-4 de combinarem os votos que condenarem Lula “sem provas e sem crime”. Em entrevista a Folha de S. Paulo, Gleisi diz que o país vive um processo de “ruptura constitucional” e que é preciso haver “enfrentamento”.

Candidato
Questionada se o PT inscreve Lula como candidato mesmo que ele esteja preso, diz: “Em qualquer circunstância Lula é a nossa liderança e o nosso candidato.”

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.