0 Shares 165 Views

Coluna Boca Maldita desta terça, 04

4 de abril de 2017
165 Views

Agora é 2018
Com a eleição de todos os prefeitos paranaenses, a partir de agora os bastidores da política paranaense estarão ligados na sucessão de Beto Richa em 2018. Os pretendentes, como anota o blogueiro Fernando Tupan, já estão viajando o Paraná e articulando apoios para consolidarem as candidaturas. Será um jogo de xadrez e exigirá muita paciência.

Raio X
Cida Borghetti (PP) tem a maior exposição dos postulantes por ser vice-governadora e também devido ao marido, Ricardo Barros (PP), ministro da Saúde no governo Michel Temer, que vem sendo generoso com muitas prefeituras paranaenses. Osmar Dias (PDT) sacou os movimentos da política paranaense e colocou o nome no processo. Nas eleições de 2006 e 2010, Osmar entrou na corrida eleitoral na última hora e perdeu terreno.

Raio X II
Ratinho Júnior (PSD) roda o Paraná e sempre sobra um tempo nas viagens para buscar aliados para 2018. Mas sem dúvida eles temem o que pode rolar na cabeça dos paranaenses. A imprensa bate na tecla que pode aparecer um “outsider” e levar a cadeira do Palácio Iguaçu. A crise financeira e a corrupção na Petrobras que bate na porta do PDT, do PP e do PSD, pode mudar toda a história da disputa antecipada.

Chico prefeito
A coluna parabeniza o ainda deputado Chico Brasileiro (PSD), pela sua eleição para prefeito de Foz do Iguaçu. A homenagem se extende aos demais concorrentes – Phelipe Mansur, Coronel Jahnke, Marcelino de Freitas, Osli Machado e Irineu Ribeiro.

Recalcati lá
Com a eleição de Chico Brasileiro prefeito de Foz, sua cadeira na Assembleia Legislativa será assumida pelo delegado Rubens Recalcati.

Autismo
A vice-governadora Cida Borghetti participou ontem (03) de solenidade pública em comemoração ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo, na Assembleia Legislativa. De acordo com ela, a data é importante para alertar a sociedade e derrubar preconceitos.

Mais verba …
… pública, claro. Ranier Bragon informa na Folha de S.Paulo que um ano e meio depois de o STF proibir que empresas financiem campanhas políticas, a Câmara dos Deputados se prepara para ampliar o montante de dinheiro público destinado a partidos e candidatos nas eleições de 2018. Nas projeções mais conservadoras, a conta ficaria em pelo menos R$ 3,9 bilhões. Mas esse valor pode dobrar a depender do sistema eleitoral a ser aprovado.

Sempre Mazza
O decano jornalista Luiz Geraldo Mazza, 86 anos, reuniu ontem admiradores de todas as cataduras para o lançamento de seu primeiro livro num formato tradicional – “A Verve e o Verbo”. Os textos reunidos são exemplos de todas as fases de seu trabalho e dos estilos que abraçou, desde reportagens, análises e ensaios até contos, crônicas e poemas.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.