por 09:37 Assunto

Coluna Boca Maldita desta quinta, 10

Paraguai no Enic
Dirigentes do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Oeste do Paraná, da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) e do Foro Brasil-Paraguay discutiram segunda (7), na Itaipu, a participação de empresários paraguaios no 88º Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic). O evento, considerado o maior da construção civil brasileira, será realizado de 11 a 13 de maio de 2016, em Foz do Iguaçu, com a expectativa de reunir 2 mil empresários do setor. O tema será “O futuro nós construímos”.

Ataque e defesa
“Democracia representativa funciona por maioria com voto claro e aberto. Parlamento não é lugar de rato de esgoto. Carta de Temer mostra que é humano, sensível e transparente. Agora vamos tratar de política e Temer estará com o interesse do pais, acredito”. Do senador Roberto Requião (PMDB-PR), no twitter, atacando opositores da presidente Dilma (PT) e defendendo o vice Michel Temer (PMDB).

Sem mesa
O senador José Serra (PSDB-SP) apresentou a Proposta de Emenda a Constituição 12/2015, que altera a Constituição Federal para extinguir as mesas das casas legislativas, no caso, assembleias. Segundo a matéria, a direção ficará limitada ao presidente e vice-presidente que serão encarregados de conduzir as sessões. A matéria está na CCJ do Senado, aguardando a designação do relator.

Presente de Natal
A Assembleia Legislativa recebeu esta semana, projeto de lei do Tribunal de Justiça do Paraná, aumentando em mais de 9,5% as taxas cartoriais no Paraná. A proposta tem tudo para ser aprovada antes do recesso da Assembleia, que começa dia na próxima semana. É ou não é um verdadeiro presente de Natal para os donos de cartórios.

Respeito no estacionamento
A Câmara Federal aprovou ontem (9), projeto de lei da deputada Mara Gabrili (PSDB-SP), que é cadeirante, que considera infração grave, com cinco pontos na CNH, multa de R$ 127,69 e remoção do veículo, para quem estacionar em vagas reservadas para idosos e portadores de necessidades especiais. A proposta agrava a penalidade, que era uma infração leve, multa de R$ 53,20 e três pontos na carteira.

Derrota de Dilma
A instalação da comissão especial que vai analisar o pedido de Impeachment começou os trabalhos com uma fragorosa derrota da presidente Dilma. Na eleição dos membros, venceu por 272 votos, a 199, a chapa formada por deputados de vários partidos, inclusive dissidentes de aliados de Dilma. A presidente estava em uma reunião com governadores, quando recebeu a notícia de um assessor.

Novo líder
Como a coluna antecipou ontem, o PMDB trocou de líder na Câmara Federal. A destituição de Leonardo Picciani (RJ) ocorreu devido o mesmo estar atuando em defesa de Dilma, e havia indicado só deputados pró-residente para compor a comissão. O pedido para trocar a liderança foi assinado por 35 dos 66 deputados peemedebistas. O grupo agora é liderado por Leonardo Quintão (MG).

Eleição legítima
Pouco depois da derrota de Dilma na eleição dos membros da comissão especial, o ministro do STF, Edson Fachin, suspendeu o processo, até o próximo dia 16, quando será julgado o pedido do PCdoB, para anular a sessão. Ontem o vice Michel Temer disse à imprensa que o processo foi legítimo, em ambiente de “normalidade democrática extraordinária”.

Parece incrível, mas o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) conseguiu, em mais uma manobra, suspender novamente os trabalhos do Conselho de Ética que analisa seu processo de cassação.

Fechar
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com