0 Shares 311 Views

Coluna Boca Maldita de sexta, 22

22 de junho de 2018
311 Views

Mujica e Lula
O ex-presidente do Uruguai, José “Pepe” Mujica, visitou ontem (21), na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, o ex-presidente Lula. O petista cumpre, desde 7 de abril, pena de 12 anos e um mês, devido a condenação que sofreu no caso envolvendo um triplex no Guarujá (SP). Mujica estava acompanhado da presidente nacional do PT, a senadora Gleisi Hoffmann. Logo após o ato, o uruguaio concedeu entrevista à imprensa e leu mensagem de Lula. (Foto: Mirella Ferreira)

Em Foz
O procurador da Operação Lava Jato, Carlos Fernando dos Santos Lima, estará em Foz do Iguaçu neste sábado (23). Ele é o convidado para falar sobre os “Instrumentos negociais na repressão ao crime organizado”, a aula inaugural da pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal sobre Crimes Federais e Cooperação Jurídica Internacional em uma universidade local.

ISS menor
Os vereadores deram ontem (210 um importante passo para favorecer a realização de eventos em Curitiba. O líder do prefeito na Casa, Pier Petruzziello (PTB), comemorou a aprovação unânime do projeto de lei que especifica os eventos que terão a redução da alíquota do ISS (imposto sobre serviços), que passou de 5% para 2% para algumas atividades, de acordo com a norma aprovada pelo legislativo em dezembro passado.

Tou fora
O irmão do ex-governador Beto Richa (PSDB), José Richa Filho, o Pepe, não vai mais disputar uma vaga na Câmara Federal dos Deputados, segundo adianta o blogueiro Fernando Tupan. Em 2010, ele também desistiu antes de iniciar a campanha devido a pressão de colegas tucanos pela retirada da candidatura.

PRP quer crescer
Com apenas um representante na Assembleia Legislativa, Adelino Ribeiro, e sem nenhum federal, o PRP aposta em crescimento na eleição de outubro. Segundo marqueteiros, a legenda deve conquistar entre duas a quatro cadeiras no legislativo estadual e de uma a duas na Câmara Federal. O partido conversa hoje, para uma coligação na proporcional com PHS e PRTB

Campanha depois
“Estou muito focada em fazer uma gestão moderna, eficiente e programas inovadores, por que são ações que vão ficar. A campanha será discutida durante a campanha, que começa depois do dia 15 de agosto”. Da governadora e pré-candidata à reeleição Cida Borghetti (PP), em entrevista ao Gazeta Diário de Foz do Iguaçu, ressaltando que não está preocupada em buscar tempo para articulações de campanha no momento.

Diagnóstico de câncer
A Assembleia Legislativa aprovou projeto que estipula o prazo máximo de 30 dias para a realização de exames complementares necessários à confirmação do diagnóstico de câncer. Segundo a proposta, do deputado Nereu Moura (MDB), a contagem do prazo se dará a partir do laudo médico que especifique as manifestações clínicas que indicaram o primeiro diagnóstico da patologia.

Câncer II
Existe lei federal que obriga início de tratamento oncológico aos pacientes do SUS em até 60 dias, mas antes disso, é preciso o diagnóstico. A medida fará com que o laudo patológico também obedeça a urgência.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.