0 Shares 217 Views

Cidades do interior começam operações de voos com destino à Curitiba

22 de outubro de 2019
217 Views

Um programa do Governo do Paraná com voos regionais de cidades do interior para Curitiba começa a operar rotas nesta terça-feira (22). O voo inaugural parte de Campo Mourão, no centro-oeste do estado, para a capital às 7h20.

Segundo o governo, serão 55 voos semanais em 12 cidades do estado. As rotas são operadas pela Gol Linhas Aéreas, em parceria com a TwoFlex, em uma aeronave com capacidade para nove passageiros.

De acordo com uma pesquisa feita pelo G1 na segunda-feira (22), os preços praticados para uma passagem de ida para Curitiba variam de R$ 301,73 a R$ 704,73, dependendo do local de partida.

Em uma comparação feita com viagens de ônibus ou carro, os preços chegam a ser quase 10 vezes mais caros. Em contrapartida, os voos são até cinco vezes mais rápidos do que os percursos feitos por terra.

Os preços dos voos e viagens de ônibus consideram a tarifa mais baixa encontrada na página da internet das empresas nos próximos 30 dias.

Para calcular as viagens de carro, o G1 considerou a média de quilômetro rodado por litro, com base em um levantamento feito pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), neste ano.

O levantamento considerou ainda o preço do pedágio e o litro da gasolina a R$ 4,238, que é o valor médio no estado conforme pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP). A cotação foi feita entre os dias 13 e 19 de outubro.

Voe Paraná

As novas rotas com voos regionais foram criadas por meio de um programa lançado em agosto pelo governo do estado. O “Voe Paraná” atende Arapongas, Campo Mourão, Cianorte, Cornélio Procópio, Francisco Beltrão, Guaíra, Paranaguá, Paranavaí, Telêmaco Borba e União da Vitória.

Ainda devem integrar o programa Guarapuava, na região central, e Apucarana, no norte. O Governo do Paraná disse que aguarda adequações nos aeroportos para o início das operações.

Quando o programa foi lançado, o governo informou que havia o desejo de que as passagens custassem em média de R$ 300 a R$ 350. O levantamento do G1 encontrou preços acima do anunciado pelo governo em sete das 10 rotas em funcionamento.

O secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, explicou que os preços também vão de acordo com a demanda do mercado.

“Depende muito do fluxo de passageiros. A medida que o fluxo for aumentando, que as pessoas forem utilizando mais, as empresas podem começar a fazer promoções”, disse.

O secretário reforçou ainda que o início das operações em cidades do interior impactam positivamente a economia dos municípios, já que contribuem para as empresas das regiões.

Nesta primeira semana, 126 passagens foram vendidas para as novas rotas. De acordo com o secretário, os consumidores compraram voos não só com destino final para Curitiba, mas também com conexões para diversos aeroportos do Brasil, como Guarulhos, Brasília e Confins.

Aeroporto Afonso Pena ganhou 10 novos destinos para cidades do interior do Paraná — Foto: Reprodução/RPC

Economia

De acordo com o Governo do Paraná, o objetivo do programa “Voe Paraná” é estimular a economia e fomentar o turismo no estado. As cidades escolhidas para receber os voos tem entre 32 mil e 155 mil habitantes.

A Secretaria de Infraestrutura e Logística informou que até o fim do ano há a expectativa de novos 500 mil passageiros no Paraná. O número engloba novos voos de outras companhias aéreas, como a Azul e a Latam.

Nesta segunda-feira (21), por exemplo, a Azul anunciou o início das vendas de passagens aéreas de Guarapuava para Campinas, em São Paulo. Os voos começarão a ser operados semanalmente, a partir do dia 7 de dezembro.

Para impulsionar o mercado aéreo no estado, o Governo do Paraná informou que reduziu a alíquota do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) da querosene de aviação de 18% para 7%.  As informações são do G1.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.