por 11:35 Sem categoria

CAMPANHA PARA PRESIDÊNCIA COMEÇA NA INTERNET

Campanha para Presidência começa na internet

DIÓGENES MUNIZ
editor de Informática da Folha Online

A campanha ao Palácio do Planalto já está na web. Dezenas de partidários e apoiadores de políticos que figuram na lista dos presidenciáveis começam a colocar na rede conteúdo de campanha ("não-oficial", segundo os partidos) de olho na corrida eleitoral de 2010. Clipes publicitários, blogs e comunidades são as principais plataformas para esse tipo de divulgação. A legislação vigente veta propagandas antes de 6 de julho de anos eleitorais.

No pleito de 2008, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) impôs restrições à divulgação de informações sobre o candidatos na internet. O tribunal definiu que a propaganda só seria permitida na página do candidato destinada à campanha. Proibiu às outras ferramentas, como sites de relacionamento e blogs, divulgarem informação que pudesse configurar propaganda favorável ou contrária a um candidato.

Além de irritar internautas, que acusaram o tribunal de censura, a medida confundiu o eleitorado. Ficou difícil decifrar o que era e o que não era permitido em cada Estado. Desta vez, os usuários da internet não esperaram uma resolução da Justiça para começarem a agir.

"Nem se sabe ao certo quais candidaturas se farão presentes em 2010, mas já é possível especular, defender e atacar lançando mão dos mecanismos midiáticos digitais", destaca o cientista político Francisco Marques Jamil, da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais).

"Este é o momento para começar a construir as redes de apoio dos candidatos na internet –principalmente porque eles têm de ser confirmados dentro de seus próprios partidos e bases", aponta Francisco Brandão, pesquisador da UnB (Universidade de Brasília), que participa da formulação de um manual, para eleitores e candidatos, sobre as eleições de 2010 na web.

Surfe eleitoral  – O governador de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), é o presidenciável com maior número de comunidades no Orkut em incentivo a sua candidatura: 52. Quase empatada está a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), com 51. O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), aparece com 32, dez a mais do que o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB).

A ex-senadora Heloísa Helena (PSOL) tem 20 comunidades com esse propósito, seguida pelo deputado federal Ciro Gomes (PSB), com 19. Derrotado na eleição para a prefeitura do Rio do ano passado, o deputado federal Fernando Gabeira (PV) recebeu 16 espaços do Orkut pedindo para que ele tente a Presidência em 2010.

Na mesma rede social, 74 comunidades torcem para que Lula tente um terceiro mandato consecutivo –o presidente e o governo federal registraram em janeiro novo recorde de avaliação.

Fechar