Arquivos

Categorias

Bolsonaro vai oferecer superministério da Justiça e Segurança para Moro

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pelas ações penais de primeira instância da Operação Lava Jato em Curitiba, deve se encontrar nesta quinta-feira (1º), no Rio de Janeiro, com o presidente eleito Jair Bolsonaro, do PSL. No encontro, que deve ocorrer no período da manhã, o juiz deve receber oficialmente o convite para assumir o Ministério da Justiça (MJ) no Governo Bolsonaro. Moro afirmou nessa terça-feira (30), por meio de nota, que o convite será objeto de “discussão e reflexão”. O magistrado declarou que ficou “honrado” com a lembrança. As informações são de Narley Resende no Bem Paraná.

Na segunda-feira (29), Bolsonaro afirmou que pretende convidar Moro para a pasta da Justiça no futuro governo ou ainda para ocupar uma vaga no Supremo Tribunal Federal. Essa vaga, no atual cenário, só abriria em 2020, com a aposentadoria compulsória do ministro Celso de Mello, membro mais antigo da Côrte, que completará 75 anos daqui a dois anos.

Sob a gestão de Moro, o Ministério da Justiça seria mais robusto do que é hoje no governo Michel Temer (MDB). O vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, disse que “tudo indica” que a pasta será juntada com a da Segurança Pública, porque isso faz parte “do processo de enxugamento” do primeiro escalão do governo. O ministério incluiria também a Secretaria da Transparência e Combate à Corrupção, Controladoria Geral da União e o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), estrutura atualmente ligada ao Ministério da Fazenda.

Questionado sobre Moro, o vice eleito disse que o titular da Justiça “certamente será alguém que tenha estatura moral perante o País”.

Sobre integrar o governo, Moro disse ao jornal O Estado de São Paulo que sua posição dependerá da conversa. “Tudo depende de conversar para ver se há convergências importantes e divergências irrelevantes”, disse Moro ao Estado.

Posicionamento

Logo após a eleição, Sergio Moro parabenizou Bolsonaro e desejou que ele faça “um bom governo” e que resgate a confiança da sociedade brasileira nos políticos. A esposa do juiz, a advogada Rosângela Wolff Moro, se manifestou com mais ênfase. Ela publicou no Instagram imagens comemorando a vitória de Bolsonaro sobre o candidato do PT, Fernando Haddad, e disse“não ter medo da mudança”. Declarou que estava “feliz”.

Sergio Moro foi o juiz responsável pela condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso há sete meses na sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba. O processo acusa o ex-presidente de ser proprietário de um apartamento triplex, no Guarujá, no litoral de São Paulo, que foi reformado pela empreiteira OAS. Lula nega as acusações de corrupção e lavagem de dinheiro e afirma que está em uma “prisão política”.

link matéria
https://www.bemparana.com.br/blog/politicaemdebate/post/sergio-moro-confirma-visita-a-bolsonaro

Política, economia, cultura e bom humor no blog do Paraná.