por 09:32 Sem categoria

ÁS SUAS ORDENS, DON GATTI

"Nossa reportagem foi investigar o transporte clandestino, e é impressionante o número de veículos furando o serviço público de transporte. Em apenas meia hora e num horário que deveria ser mais tranquilo, foi possível registrar perto de 50 abordagens dos clandestinos. Dá para imaginar como não é nos horários de pico ou no rush… Desse jeito é mesmo complicado manter uma frota", de Rogério Bonato, na sua coluna nesta terça-feira (27), na Gazeta do Iguaçu. "Se por um lado há folga para os clandestinos, não há para os motoristas que possuem débito com o Detran", continua Bonato.

Fechar