Escrito por 11:50 Cotidiano, Emprego, Ponta Grossa

A Viação Campos Gerais em Ponta Grossa planeja demitir até 230 funcionários

Compartilhe

A Viação Campos Gerais (VCG), empresa responsável pelo transporte coletivo de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, está planejando demitir até 230 funcionários por causa da redução de passageiros provocada pela pandemia.

Em agosto, a empresa desligou 70 trabalhadores pelo mesmo motivo. À época o corte atingiu motoristas, cobradores e funcionários dos setores de manutenção dos ônibus e administrativo.

Na terça-feira (17), a VCG iniciou uma mediação com o Ministério Público do Trabalho (MPT), prefeitura e o sindicato que representa a categoria para tratar sobre o tema.

Conforme a concessionária, a queda de passageiros foi de cerca de 50%, enquanto a redução da quilometragem rodada pelos ônibus diminuiu 20%.

Por meio de nota, a VCG afirmou que “tem lutado para a manutenção de suas atividades e do emprego de seus colaboradores” e classificou a medida como “amarga, mas absolutamente necessária para salvaguardar o restante dos hoje aproximadamente 1.200 funcionários”.

O Sintropas, sindicato que representa os trabalhadores, disse que é contra os desligamentos em massa e que se reunirá com a diretoria da VCG nesta quinta-feira (19) para discutir o tema.

Decreto barra desligamentos

A Prefeitura de Ponta Grossa publicou um decreto para barrar as demissões propostas pela VCG, na tarde desta quarta-feira (18).

De acordo com o documento, a empresa deve comunicar a Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMTT) as demissões com três meses de antecedência, exceto em casos de justa causa.

A concessionária ainda deverá enviar um ofício abordando critérios técnicos, jurídicos e financeiros para os desligamentos, pontuando o reflexo da medida na execução do serviço, além de trazer um novo plano de trabalho para manter o atendimento.

Close