11ª edição do Festival de Turismo das Cataratas recebeu 7 mil participantes

festival turismo

A 11ª edição do Festival de Turismo das Cataratas, no hotel Rafain Palace & Convention, em Foz do Iguaçu (PR), registrou o melhor resultado desde sua criação, ao receber quase 7 mil participantes e 1.110 expositores. Até então, o maior movimento havia sido registrado em 2015, quando o festival recebeu 6.295 pessoas. “Foi uma demonstração inequívoca da força do Destino Iguaçu para superação da crise pela qual passa a economia brasileira”, avaliou Gilmar Piolla, Superintendente de Comunicação Social de Itaipu e vice­-presidente do Fundo Iguaçu. A Itaipu é patrocinadora máster do evento.

O crescimento é expresso também pelo número de estandes – 207, 18% a mais que no ano passado. Criado há dez anos, o festival chegou a 3.200 participantes em 2009. Em 2010, eram 264 expositores, diante de 1.110 expositores neste ano. As informações são da Revista Hotéis.

Para o Superintendente da Itaipu, os resultados desta edição são mais uma prova do potencial da região como destino de lazer, eventos, ecoaventura e compras, a partir de uma boa gestão integrada de turismo. “Demos uma resposta contundente aos pessimistas de plantão que acreditam que o Brasil e o mundo estão em crise. Somos um exemplo de superação e mostramos aos participantes que aqui no Destino Iguaçu é proibido falar em crise”, completou Piolla. E ele já adianta que no próximo ano o Festival Internacional de Turismo das Cataratas será entre os dias 21 e 23 de junho.

Público diversificado
De acordo com Paulo Angeli, o Coordenador geral do festival, o público diverso foi formado por gente de todo o Brasil e exterior, entre eles mais de mil estudantes. Ao todo, foram mais de 50 caravanas, vindas de 60 cidades do Brasil, Uruguai, Paraguai e Argentina.

Esta edição o Festival apresentou muitas novidades, entre elas mais de 30 atividades paralelas, como: o 1º Salão Brasileiro de Turismo Termal & Spa, em conjunto com o VI Thermal Meeting OMTh/ALATh Latin America 2016. A diversidade de atrações ajudou a impulsionar o evento, com várias frentes, desde a formação de profissionais no fórum técnico­científico.

O 10º Fórum Internacional de Turismo Iguassu teve 199 trabalhos aprovados. Focado na discussão sobre megaeventos, a iniciativa reuniu pesquisadores de todo o Brasil no Rafain e também no campus da Unioeste, em Foz. “Tivemos aqui representantes de cursos de todas as faculdades de turismo e de hotelaria do País”, afirmou Angeli.

A programação teve, ainda, o Hackatour Cataratas, Salão de Turismo de Compras, Salão de Vinhos Argentinos, Salão Adventure Cataratas, Salão E­Marketing Cataratas, Expo Hotel Cataratas, Salão de Turismo Cultural e Espiritualidade, Salão Mice Cataratas e uma Mostra Regional de Produtos Sustentáveis.

Mas a preocupação com a sustentabilidade não ocorre apenas no incentivo ao produtor, que ganha espaço na feira. Há cinco edições, o Festival de Turismo Cataratas promove compensação de carbono, com plantio de mudas para equilíbrio do impacto ambiental. Serão plantadas entre 700 e 800 mudas no Corredor da Biodiversidade Santa Maria, que liga o Parque Nacional do Iguaçu à faixa de reserva florestal da Itaipu Binacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Turismo de Itaipu estreia musical infantil com tema natalino

Apresentações de “O rapto do Papai Noel” serão de 17 a 23 de dezembro e terão o Mirante do Vertedouro como cenário. Ingressos já estão à venda.

O que fariam as crianças se um duende enciumado sequestrasse o Bom Velhinho em plena época do Natal? Esse é o mote do musical infantil “O rapto do Papai Noel”, assinado por Anderson Oliveira, que será apresentado em Foz do Iguaçu de 17 a 23 de dezembro, dentro do pacote de atrações do Complexo Turístico Itaipu (CTI).

A produção é da empresa Experiência Entretenimento, que atua no mercado de teatro brasileiro e eventos corporativos, dentro e fora do eixo Rio-São Paulo. Sete atores dividem o palco. O cenário do espetáculo, em Foz do Iguaçu, não poderia ser mais grandioso: o Mirante do Vertedouro da usina de Itaipu.

O local foi inteiramente preparado para a festa. Haverá transporte em ônibus com decoração temática, recepção natalina, Vila de Natal, food truck e parque com brinquedos para as crianças.

As saídas serão sempre das 19h às 19h45, partindo do Centro de Recepção de Visitantes (CRV) da Itaipu. As sessões começam às 20h30. Os ingressos custam R$ 80 por pessoa e já podem ser comprados no site do CTI (www.turismoitaipu.com.br). Crianças de 6 a 11 anos, professores, estudantes, idosos, PCDs e doadores de sangue pagam meia entrada; e crianças com menos de 6 anos não pagam.

O gerente do CTI, Yuri Benites, lembrou que a reforma recente de espaços turísticos da usina, como os mirantes Central e do Vertedouro, permitiu ao setor a ampliação das ofertas aos visitantes. Os ambientes ficaram mais confortáveis e acessíveis. O avanço da vacinação contra a covid-19 no município (e em todo o País) e a queda das internações também dão tranquilidade e segurança para o lançamento de novos projetos.

“Estamos muito animados com a estreia desse produto em um espetáculo de musical infantil, oferecendo aos nossos visitantes uma imersão no espírito de Natal. É um espetáculo para todas as idades, especialmente para as crianças, e será encenado num dos cenários mais icônicos da usina, que é o Mirante do Vertedouro. Quem assistir à peça vai ficar encantado”, afirmou.

Espírito natalino

“O rapto do Papai Noel” já foi apresentado em grandes centros, como Rio de Janeiro e Porto Alegre, e leva ao público uma abordagem contemporânea sobre o verdadeiro espírito de Natal – de acordo com a sinopse divulgada pela produtora.

“Recheado com as mais belas canções natalinas, o espetáculo aborda a estética comercial e renova os conceitos e valores obtidos na data e na lenda do Bom Velhinho”, indica o texto.

O musical conta a história de um duende ambicioso que sequestra Papai Noel e provoca indignação nas crianças, que se unem para resgatar a vítima no Polo Norte. De acordo com a produtora, trata-se de uma “fantástica aventura que os fará perceber o valor dos laços familiares e, principalmente, a grande alegria de simplesmente estarem juntos”.

Retomada do turismo

O lançamento de “O Rapto do Papai Noel” ocorre em momento de retomada da visitação turística nos atrativos da usina. Em novembro, o CTI contabilizou 34.273 visitantes, praticamente igualando o resultado de outubro (com 34.597) – que já tinha sido o melhor mês do ano e o melhor depois do início da pandemia.

Outubro, porém, teve um dia a mais no calendário e um feriado prolongado importante – o Dia das Crianças e de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, caiu neste ano numa terça-feira.

Se novembro também tivesse 31 dias, certamente o resultado teria superado o mês anterior. A média diária de visitação em novembro foi de 1,3 mil turistas – com pico de 2,9 mil visitantes/dia.

O carro-chefe do CTI foi, novamente, a Itaipu Panorâmica, passeio mais procurado pelos turistas, com 27.373 visitantes. O último mês também marcou o retorno do Itaipu Especial, um dos passeios mais desejados e que oferece ao turista um giro completo dentro e fora da usina.

*Natal de Água e Luzes*

O anúncio do musical infantil de “O rapto do Papai Noel” coincide com o início da programação do Natal de Água e Luzes de Foz do Iguaçu, nesta segunda-feira (1º), com a chegada do Papai Noel à Praça da Paz.

Até o dia 5 de janeiro, moradores e turistas terão um cardápio variado de atrações, como projeções mapeadas inéditas no Colégio Mitre e Matriz São João Batista (centro da cidade); iluminação cênica da Ponte da Amizade e da Catedral Nossa Senhora de Guadalupe; paradas (desfiles) e autos de Natal; apresentações musicais e religiosas, incluindo show do cantor Daniel (dia 19) e missa com o Padre Reginaldo Manzotti (23), ambos no Gramadão da Vila A. Todas as atrações são gratuitas. A iniciativa é da Itaipu Binacional, Prefeitura, Fundo Iguaçu e demais parceiros.

Azul inicia venda de passagens de dez novos destinos no Paraná

A Azul iniciou nesta quinta-feira (02) a venda de passagens aéreas para os dez novos destinos que passa a operar no Estado do Paraná. Os aeroportos de Cianorte, Telêmaco Borba, Arapongas, Campo Mourão, Apucarana, Guaíra, Francisco Beltrão, Cornélio Procópio e União da Vitória contarão com voos diretos e regulares para Curitiba a partir de 24 de janeiro. Já Paranavaí terá operações semanais a partir de 22 de março de 2022.

As rotas serão operadas com o Cessna Gran Caravan, modelo utilizado pela empresa sub-regional da Azul, a Azul Conecta, com capacidade para nove passageiros. Em Curitiba, os clientes terão a possibilidade de se conectar para cerca de 35 voos diários da Azul para doze destinos, como Rio, São Paulo, Porto Alegre, Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu, Cuiabá e Campo Grande.

Além da consolidação do plano de expansão da Azul no Paraná, a capital paranaense vai ganhar ainda uma nova conexão regular para Jundiaí, em São Paulo, seis vezes por semana. As frequências serão cumpridas diariamente pela manhã e ao final da tarde também com os aviões da Azul Conecta.

Neste mês já foram retomados também voos regulares para Ponta Grossa (Campos Gerais), Toledo (Oeste), Pato Branco (Sudoeste) e Guarapuava (Centro-Sul). O Paraná será o Estado brasileiro com maior número de destinos cobertos pela Azul a partir de 2022. A estratégia é fruto de uma demanda levada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior a executivos da empresa.

Esses novos voos se somam ainda a outros cinco municípios já atendidos pela empresa regularmente: Curitiba, Foz do Iguaçu, Cascavel, Londrina e Maringá – totalizando 20 cidades contempladas, um recorde da companhia. O plano da empresa é fortalecer sua malha em Curitiba, criando um hub regional com mais de 50 movimentos diários.

Confira a programação dos voos:

Curitiba – Cianorte

Segundas, quartas e sextas

Saída de Curitiba: 6h30
Saída de Cianorte: 8h55

Curitiba – Telêmaco Borba

Segundas, quartas e sextas

Saída de Curitiba: 11h20
Saída de Telêmaco Borba: 12h55

Curitiba – Arapongas

Segundas, quartas e sextas

Saída de Curitiba: 14h45
Saída de Arapongas: 16h50

Domingos

Saída de Curitiba: 13h30
Saída de Arapongas: 15h35

Curitiba – Campo Mourão

Terças, quintas e sábados

Saída de Curitiba: 9h
Saída de Campo Mourão: 11h15

Curitiba – Apucarana

Terças e quintas

Saída de Curitiba: 13h30
Saída de Apucarana: 15h30

Domingos

Saída de Curitiba: 17h50
Saída de Apucarana: 19h50

Curitiba – Guaíra

Segundas, quartas e sextas

Saída de Curitiba: 9h
Saída de Guaíra: 11h55

Curitiba – Francisco Beltrão

Segundas, quartas e sextas

Saída de Curitiba: 14h40
Saída de Francisco Beltrão: 17h

Curitiba – Paranavaí

Terças e quintas

Saída de Curitiba: 6h30
Saída de Paranavaí: 9h

Sábados

Saída de Curitiba: 9h
Saída de Paranavaí: 11h30

Curitiba – Cornélio Procópio

Terças e quintas

Saída de Curitiba: 9h15
Saída de Cornélio Procópio: 11h10

Domingos

Saída de Curitiba: 11h25
Saída de Cornélio Procópio: 13h20

Curitiba – União da Vitória

Terças e quintas

Saída de Curitiba: 13h45
Saída de União da Vitória: 15h20

Domingos

Saída de Curitiba: 15h25
Saída de União da Vitória: 17h