Ratinho Junior incentiva uso de usina de asfalto em Ponta Grossa

ratoO secretário estadual do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Junior, defendeu nesta segunda-feira, 22, a implantação de usinas de asfalto para reduzir os custos de obras de pavimentação. Ratinho Junior se reuniu com o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, e juntos definiram as regiões que vão receber o primeiro lote de R$ 10 milhões de investimentos em obras de infraestrutura na cidade principal cidade dos Campos Gerais. Continue lendo

Paraná amplia convênio para pastoral atender os idosos

michele-caputo-neto-pastoral-do-idosoO secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto e a coordenadora da Pastoral da Pessoa Idosa, Irmã Terezinha Tortelli, firmaram aditivo ao convênio do Estado para ampliar os serviços oferecidos pela pastoral no Paraná. Caputo Neto entregou ainda um novo veículo às as equipes da entidade acompanhar o trabalho desenvolvido em 117 municípios. Continue lendo

Richa repassa R$ 3,9 bilhões de ICMS e IPVA aos municípios

Richa repassaDe janeiro a abril deste ano, o governador Beto Richa repassou R$ 3,9 bilhões, parcelas do ICMS e IPVA aos 399 municípios do Paraná. As transferências dos dois impostos tiveram aumento nominal de 14,2% no quadrimestre de 2017 e um incremento resultou de R$ 480,9 milhões. Continue lendo

Ceasa Paraná promove licitação na unidade de Foz

LICITACAOxDSCFx3578A Ceasa Paraná promoverá na próxima quinta-feira (25), em Foz do Iguaçu, nova rodada de licitações para permissão de uso de áreas e boxes em seu mercado atacadista. Serão disponibilizados no sistema de pregão presencial 12 lotes, sete deles em áreas para comercialização de hortigranjeiros e cinco para o setor de caixarias. A licitação será aberta às 13h, no anfiteatro da Ceasa de Foz do Iguaçu, na Avenida Juscelino Kubitschek, 1254.   Continue lendo

Fernando Gabeira abre 13º Ciclo de Palestras em Foz

gabeira 2O Ciclo de Palestras inicia sua décima terceira edição com o Fernando Gabeira, escritor, jornalista, ativista ambiental, colunista da CBN e apresentador da Globo News. Ele abordará “Democracia Tropical: da Política à sustentabilidade” na segunda-feira, 22, em Foz do Iguaçu. As informações são do site Paraná Divulga. Continue lendo

Moro rebate habeas-corpus de Lula

moro-lula (1)O juiz Sergio Moro rebateu dois habeas corpus que a defesa de Lula impetrou no Superior Tribunal de Justiça. Na primeira ação, os advogados pedem a suspensão da ação contra Lula acusando o juiz de parcialidade. Na segunda, pedem para que a ação seja paralisada para que a defesa analise documentos da Petrobras. A resposta de Moro foi enviada ao Ministro Felix Fischer, da 5ª Turma do Superior Tribunal de Justiça. As informações são de Ernesto Neves na Veja. Continue lendo

O crime da calúnia – Artigo de Aécio Neves

 

aecio-neves-foto-george-gianniNos últimos dias, minha vida foi virada pelo avesso. Tornei-me alvo de um turbilhão de acusações, fui afastado do cargo para o qual fui eleito por mais de 7 milhões de mineiros e vi minha irmã ser detida pela polícia sem absolutamente nada que justificasse tamanha arbitrariedade.  Continue lendo

FHC diz que seria ‘oportunismo’ PSDB deixar logo o governo Temer

fhc4 (1)Ao comentar as denúncias recentes contra o presidente Michel Temer e o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse, em entrevista veiculada pela Rede Bandeirantes na noite deste domingo, que “todas as pessoas têm direito de defesa”. Continue lendo

JBS se nega pagar R$ 11 bilhões de multa em acordo de leniência

joesley-batistaO grupo J&F, que controla o frigorífico JBS e detém a marca Friboi, não aceitou o acordo de leniência negociado o Ministério Público Federal (MPF) que previa o pagamento de uma multa de R$ 11,169 bilhão. O valor seria quitado em dez anos. As informações são do ‘O Globo. Continue lendo

‘Se quiserem, me derrubem’, afirma Temer ao negar de novo a renúncia

temer

Fábio Zanini, Daniela Lima e Marina Dias, Folha de S. Paulo

Enfrentando a mais grave crise de seu governo, o presidente Michel Temer (PMDB) diz que renunciar seria uma admissão de culpa e desafia seus opositores: “Se quiserem, me derrubem”.

Em entrevista à Folha de S. Paulo no Palácio da Alvorada, Temer afirma que não sabia que Joesley Batista, que o gravou de forma escondida, era investigado quando o recebeu fora da agenda em sua residência em março – embora, naquele momento, o dono da JBS já fosse alvo de três operações.

Sobre o ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, flagrado correndo com uma mala de dinheiro, Temer diz que mantinha com ele apenas “relação institucional”. A atitude de Loures, para o presidente, não foi “aprovável”. Mas ele defende o caráter do ex-assessor. “Coitado, ele é de boa índole, de muito boa índole.” Continue lendo

‘Não recebi valor algum da JBS’, diz Pepe Richa

pepe-richa

O secretário estadual de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, disse neste domingo, 21, que não recebeu dinheiro alguma da JBS durante a campanha de 2014 pelo PSDB. “Em 2014, sequer fiz parte do comitê financeiro de campanha do PSDB. Repito: não peguei e não recebi valor algum da JBS. O delator (Ricardo Saud) mente”, disse Richa Filho em nota enviada a imprensa.

“Repudio as falsas afirmações a mim dirigidas pela pessoa do “delator” da JBS Ricardo Saud, de quem não recebi dinheiro algum”, adianta o secretário.

Richa Filho diz ainda não aceitar “a violência que representa promover criminosos confessos da dilapidação milionária a ganhadores contemplados com o perdão de seus pecados, mediante o descredenciamento sistemático da boa política e das pessoas honestas que a integram”.

O secretário de Infraestrutura do Paraná diz ainda expressar “o sentimento da mais profunda repulsa e indignação, que se soma àquela dos milhões de cidadãos de bem que esperam justiça e punição aos responsáveis”, diz o que chama de “organizações criminosas que atuaram no Brasil e saquearam os cofres públicos”.

Leia a seguir a nota na íntegra Continue lendo

Crise política põe em risco aportes de R$ 60,5 bi em infraestrutura

Aprenda a atrair dinheiro

A crise política deflagrada após as denúncias contra o presidente Michel Temer pelo empresário Joesley Batista, dono da JBS, pode ameaçar investimentos privados de R$ 60,5 bilhões no setor de infraestrutura este ano. O número é uma projeção da Inter.B Consultoria, que já prevê a suspensão de grandes investimentos por parte das empresas, sobretudo em áreas ligadas a concessões públicas, como aeroportos, portos, energia elétrica e saneamento, entre outros. As informações são da Ag

Somente entre a última quarta-feira, quando o Globo revelou as denúncias, e sexta-feira, investidores estrangeiros já suspenderam negociações que estavam em andamento na área de fusões e aquisições. Segundo Marcelo Gomes, diretor-geral da Alvarez & Marsal, consultoria especializada em gestão de empresas, foram dois adiamentos que somam mais de R$ 2 bilhões entre aportes e investimentos: um na área de energia e concessão de rodovias, e outro no segmento de varejo.

Para o presidente de uma empresa que atua na área de infraestrutura, com a forte oscilação do dólar e do mercado de ações, as equipes estão em reuniões para “reorganizar o orçamento”, traçando cenários de maior instabilidade. No dia seguinte às denúncias, o dólar avançou mais de 8%, na maior alta desde a maxidesvalorização, em 1999. Continue lendo

Com o diabo no corpo

temer

Editorial, O Globo

Michel Temer, 76 anos, quase 40 deles dedicados à política, não se enquadra na categoria dos desprecavidos. Não teria sobrevivido se o fosse. Muito menos na dos ingênuos, o que torna inexplicável ter se deixado enredar na armadilha de Joesley Batista, para quem Temer, na noite de 7 de março, abriu os portões do Palácio do Jaburu e do inferno, lançando nas chamas ele próprio, o seu governo e o país.

Ainda que monossilábico, o presidente da República ouviu disparates de um investigado pela Justiça, concordou com o inconcordável, postou-se como cúmplice de relatos criminosos. Nada fez.

E deu muito mais do que os irmãos Batista precisavam para selar a delação premiada junto ao Ministério Público Federal: um diálogo cifrado, no qual Joesley poderia introduzir recheio de qualquer sabor. Continue lendo

JBS repassou R$ 150 milhões de propina para campanhas de Dilma, Glesii, Padilha e Pimentel em 2014, delata diretor da JBS

WILT3042.JPG   BRASÍLIA DF BSB 31/08/2016 POLÍTICA / IMPEACHMENT  PRONUNCIAMENTO DILMA ROUSSEFF  - A ex-presidente Dilma Rousseff  faz pronunciamento no Palacio da Alvorada apos ter o mandato de presidente cassado  pelo Senado Federal   FOTO WILTON JUNIOR/ESTADAO

O diretor de Relações Institucionais e de Governo da JBS, Ricardo Saud, relatou ao Ministério Público Federal que o grupo fez doações ‘dissimuladas’ no valor de R$ 150 milhões ao Partido dos Trabalhadores, para as eleições de 2014. Deste montante, 50 milhões foram doados a Executiva Nacional do partido, 70 milhões para a campanha Dilma-Temer e mais 30 milhões ao Diretórios Estaduais e aos candidatos a governado de Estado: Gleisi Hoffmann (PT-PR), Anápolis Antonio Gomide (PT-GO), Alexandre Padilha (PT-SP) e Fernando Pimentel PT-MG). As informações são de Wilton Junior no Estadão.

Somados ao dinheiro dos favores que o partido fez ao grupo, em relação ao BNDES e o Fundo de Pensão, o total doado pela JBS ao PT chega a R$ 300 milhões.

“Recebíamos do Edinho (tesoureiro da campanha de Dilma Rousseff) os pedidos para fazer os depósitos ou o pagamentos de propina ao partido dos trabalhadores e depois a compra dos partidos”, afirmou Saud, reforçando que o dinheiro não era oficial. “Tudo isso foram doações dissimuladas, dinheiro de propina. Foi feito notas fiscais e pago em dinheiro vivo”, explicou.

O socorro aos Estados – Editorial Estadão

 

pezaoAprovado pelo Congresso, o Regime de Recuperação Fiscal (RRF) de Estados que se encontram em situação financeira calamitosa propiciará um alívio imediato e expressivo para os governos estaduais que a ele aderirem, mas impõe, à concessão dos benefícios financeiros, contrapartidas que, se cumpridas, poderão resultar em equilíbrio das contas no médio prazo. Continue lendo

« Older posts

© 2017 Boca Maldita

Layout por Poolbliq ComunicaçãoUp ↑