0 Shares 217 Views

Gleisi segura decreto que atendeu Gaievski

20 de janeiro de 2014
217 Views

Gleisi segura decreto que atendeu Gaievski

Um decreto, sem assinatura, dormita na gaveta da ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil) há dois anos e atendeu, entre os servidores comissionados fichas sujas, seu ex-assessor Eduardo Gaieski – preso e acusado de pedofilia no Paraná. Trata-se do decreto ficha limpa para enquadrar 99 mil cargos comissionados no governo federal. A revelação é do O Globo na edição de hoje.

“Em 2012, quando a Polícia Federal realizou a Operação Porto Seguro e flagrou servidores federais em crimes, o governo prometeu agilizar um decreto da Ficha Limpa para os 99 mil cargos comissionados do Executivo. Meses antes, a Controladoria-Geral da União já havia enviado à Casa Civil um modelo de texto. O documento permanece lá, sem data de publicação”, aponta o jornal.

Também em 2012, o Tribunal de Contas da União enviou ao Tribunal Superior Eleitoral uma lista de pessoas inelegíveis devido a condenações no TCU. Por meio de nota, a CGU informa que a Ficha Limpa do Executivo “ainda está em discussão no âmbito do governo, haja vista a complexidade da matéria” e que a publicação do decreto é “uma medida da maior importância”.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.