0 Shares 204 Views

Campanha de combate à exploração sexual de crianças e adolescentes em Foz

21 de maio de 2015
204 Views

Quem presenciar ou souber de uma situação de violência pode fazer a denúncia pelo Disque Direitos Humanos – Disque 100. O serviço de atendimento telefônico gratuito, funciona 24 horas por dia, nos 7 dias da semana

18demaio_Camiseta_Frente-2010

Com o objetivo de mobilizar e sensibilizar a sociedade para o Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil, de modo que as pessoas não fiquem caladas diante de situações de abuso e de exploração. Em Foz do Iguaçu uma programação foi organizada e está sendo realizada por órgãos da área desde o dia 15 de maio.

Participam da ação a Secretaria Municipal de Assistência Social, Família e Relações com a Comunidade, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA, Conselhos Tutelares, Rede Proteger, Itaipu Binacional e Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social.

Programação

Nesta quinta- feira (21), às 11h30 tem Roda de Conversa sobre a Redução da Maioridade Penal com o CMDCA, Conselhos Tutelares I e II, Aldeias Infantis e Comissão Terceiro Setor OAB-FI), na Rádio Cultura Foz.

Outra ação do dia será realizada pelos acadêmicos da Uniamérica e CREAS, com a distribuição de panfletos e a apresentação de faixas nos semáforos do Shopping JL, após as 18h.

No sábado, dia 23 de maio, às 9h tem Carreata pela Paz no Trânsito – Atenção pela Vida, na Terceira Pista da JK em frente à UNIFOZ.

No dia 27, (quarta-feira) às 19h – Estratégia de Mobilização contra a Redução da Maioridade Penal – Local: Fundação Nosso Lar

No dia 29, (sexta-feira) às 10h – Divulgação dos materiais publicitários da Campanha Trinacional de Combate a Violência Infanto-juvenil, (Foz do Iguaçu BR, PY, ARG) – Rede Proteger e Itaipu Binacional.

Atividades – Entre outras atividades de conscientização de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil na campanha foram realizadas: Movimento Contra a Redução da Maioridade Penal, Serviço Especializado de Abordagem Social (CREAS) e Conselhos Tutelares na Ponte da Amizade; Apresentações artísticas, música, teatro e sarau na Praça da Bíblia; Mesa redonda sobre a Exploração Sexual comercial e Outras Violências voltadas à criança e ao adolescente; Caminhada e pronunciamento de representantes do Sistema de Garantia de Direitos; Rondas intensificadas da Abordagem Social com parceria da Guarda Municipal – Serviço Especializado de Abordagem Social (CREAS).

Dados

Os casos de abuso sexual estão presentes em 85% do total de denúncias de violência sexual registradas no primeiro trimestre de 2015, segundo dados da Secretaria de Direitos Humanos, neste período foram denunciados 4.480 casos. O crime ocorre quando o agressor, por meio da força física, ameaça ou seduz, usa crianças ou adolescentes para a própria satisfação sexual. A exploração sexual, que é caracterizada pela utilização sexual de meninas e meninos com a intenção de obter lucro, foi relatada em 23% dos registros.

Entre os importantes atores no Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil é o profissional de saúde que atua como um propagador das informações, auxiliando pais e comunidade através da unidade de saúde. Bem como os professores, que devem fazer um trabalho no sentido de prevenir a violência e falar sempre sobre esta questão.

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.