0 Shares 468 Views

Atletas da canoagem de Foz do Iguaçu vão representar o Brasil no Pan 2019 no Peru

25 de julho de 2019
468 Views

 

Os atletas da Canoagem Slalom embarcam neste sábado (27) para Lima, no Peru, onde representarão o Brasil na 18ª edição dos Jogos Pan-Americanos, que acontece de 26 de julho a 11 de agosto. Dos seis atletas classificados, cinco fazem parte do Instituto Meninos do Lago (Imel). Todos treinam no Canal de Itaipu, na Itaipu Binacional, que também apoia o Imel.

O coordenador do Instituto, Argos Gonçalves Rodrigues, está otimista. “Pode anotar: voltaremos com pelo menos cinco medalhas, e duas serão de ouro”, garante. “A equipe está bem preparada.”

O time feminino é formado por Ana Sátila Vargas (C1F – Canoa Individual Feminino e Canoagem Slalom Extremo), que acaba de conquistar duas medalhas de ouro e uma de bronze no Mundial Sub-23 na Polônia; Omira Estácia (K1F – Caiaque Individual Feminino) e Marina Souza Costa (Canoagem Slalom Extremo – Feminino). Todas são atletas do Imel.

No masculino, participam Felipe Borges (C1M – Canoa Individual Masculino) e Fábio Scchena Dias Rodrigues (Canoagem Slalom Extremo – Masculino), do Imel; Pedro Henrique Gonçalves, o Pepê (K1M – Caiaque Individual Masculino), da Associação Pirajuense de Esportes Náuticos, completa o time.

Parte da equipe fez um último treino no Canal de Itaipu na manhã desta quarta-feira (24). Agora, o objetivo principal é descansar e curtir a família antes da competição. “É bom estar com a cabeça tranquila”, comentou Ana Sátila. “Também é bom estar vindo de um resultado positivo, conquistado com muito esforço. Dá uma confiança extra. Não é sorte, é dedicação e muito treino”, disse.

Felipe Borges, o único iguaçuense do grupo, também destacou a importância de um bom treinamento. “Acabei de chegar da Copa do Mundo, na Europa, que foi essencial para a preparação para o Pan. Agora estou mantendo meus treinamentos na Itaipu e aproveitando pra ficar com a família”.

Felipe participou do Pan-Americano de Toronto 2015 e ficou em terceiro lugar. “Estou confiante de que trarei mais uma medalha para o Brasil neste ano”, completou.

Paraguai também terá atleta do Imel
Com dupla nacionalidade, a atleta do Imel Ana Paula Castro também garantiu sua vaga nos Jogos Pan-americanos – mas vai representar o Paraguai. “Estou muito feliz por essa classificatória, estamos trabalhando duro e focados para os Jogos Pan-Americanos. É sempre um orgulho muito grande representar meu país e levar sua bandeira para o lugar mais alto do pódio”, afirma.

Calendário

As provas da canoagem slalom do Pan iniciarão no dia 2 de agosto, com a disputa da canoagem slalom extremo. No dia 3 serão realizadas as eliminatórias do K1 e C1 masculino e feminino. As finais estão programadas para o dia 4 de agosto. Todos os testes ocorrerão no Rio Cañete, localizado na cidade de Lunahuaná, 187 km ao sul de Lima.

Novidades
Para o Pan, as regras da modalidade foram alteradas e, nas provas do K1 e C1 masculino e feminino, cada país poderá ter somente um representante por prova. Outra troca foi a exclusão da modalidade do C2 masculino e a inclusão de uma nova prova, a da categoria canoagem slalom extremo, que já está no calendário dos Mundiais e nas temporadas de Copas do Mundo de canoagem slalom.

O Instituto
O Instituto Meninos do Lago (Imel) é uma iniciativa da Federação Paranaense de Canoagem que conta com o apoio da Itaipu Binacional.

Desde 2009, mais de 1000 crianças e adolescentes carentes já passaram pelo projeto Meninos do Lago, uma das iniciativas do Imel. O iguaçuense Felipe Borges é um exemplo de sucesso dessa ação, que alinha esporte, estudos e resultados. Ao longo do tempo, o projeto se consagrou por revelar grandes talentos.

Em 2011, foi fundado o Imel. A entidade representa os atletas do projeto homônimo e canoístas de Foz do Iguaçu em competições nacionais e internacionais. O instituto se consolidou como a principal escola de canoagem slalom do Brasil e vem dominando o ranking nacional da Confederação Brasileira desde 2010. Uma das principais estrelas reveladas é Ana Sátila.

Atualmente, 600 vagas estão disponíveis para crianças e jovens dos centros de convivência de Foz do Iguaçu.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.