0 Shares 1279 Views

Hiroshi vence prêmio nacional de Prefeito Empreendedor

7 de junho de 2019
1279 Views

O deputado Romanelli (PSB) cumprimentou nesta quinta-feira, 6, o prefeito de Carlópolis, Hiroshi Kubo (PSDB), vencedor da etapa nacional do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor. Hiroshi foi premiado na categoria Pequenos Negócios no Campo, com o projeto “Carlópolis Cooperativo”. O prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PSDB), também foi premiado na categoria Políticas Públicas para Desenvolvimento dos Pequenos Negócios – Região Sul, por desenvolver a “Primeira Sala Digital do Brasil”.

“O prefeito Hiroshi Kubo é conhecido pelo seu dinamismo e empreendedorismo. E através do programa que atende a agricultura familiar, especialmente o produtor rural, ele ganhou o prêmio do Sebrae, um grande reconhecimento da sua administração, que é efetiva e que a cada dia mais ajuda a nossa gente de Carlópolis”, disse Romanelli.

A entregue do prêmio nesta quarta-feira, 5, em Brasília teve a participação do vice-governador Darci Piana, presidente da Fecomércio. Hiroshi e Rangel foram premiados entre os 14 gestores municipais de todas as regiões do país. Na edição deste ano, foram inscritos 1.160 projetos que trataram da melhoria do ambiente de negócios para as micro e pequenas empresas, além dos microempreendedores individuais,

Pequenos produtores – “Agradeço a todos que apoiaram a iniciativa de ajudar os pequenos produtores do campo. Eles se reuniram em torno de cooperativas e de associações para enfrentar as dificuldades e concorrer com as grandes empresas e fazendas. Esse foi um dos pontos do projeto, apoiar os pequenos produtores em associações e cooperativas”, disse o prefeito.

Romanelli fez questão de destacar a importância do prêmio recebido pelo prefeito de Carlópolis. “O que tem acontecido em Carlópolis é um grande exemplo para o Norte Pioneiro. A nossa região precisa trabalhar melhor essa questão de associativismo e cooperativismo. Outras regiões do Estadio têm crescido e se desenvolvido justamente por essa união”, afirmou Romanelli.

O presidente nacional do Sebrae, Carlos Melles, ressaltou a importância das propostas apresentadas para o desenvolvimento dos pequenos negócios, que são responsáveis por movimentar a economia de milhares de municípios brasileiros. “Todos os 144 gestores presentes já são vencedores. Todos venceram em seus estados e têm a motivação do empreendedorismo e de melhorar a qualidade de vida de seus municípios. E o Sebrae tem a felicidade de ser o condutor disso”, observou

Categorias – Os projetos habilitados disputaram o prêmio em oito categorias: Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios (cinco regiões), Cooperação Intermunicipal para o Desenvolvimento Econômico, Compras Governamentais de Pequenos Negócios, Pequenos Negócios no Campo, Inovação e Sustentabilidade, Empreendedorismo na Escola, Desburocratização e Implementação da Redesimples, além de Inclusão Produtiva e Apoio ao MEI.

Na edição deste ano, foram inscritos 1.160 projetos de 23 estados (não participaram o Acre, Amazonas, Goiás e Distrito Federal), sendo que 30 deles não foram habilitados. Na etapa estadual foram 160 o total de vencedores.

Para se chegar aos finalistas, uma comissão formada por funcionários do Sebrae fez uma pré-seleção dos 160 projetos vencedores em nível estadual. Dentre esses projetos, os 51 que obtiveram a melhores notas foram submetidos a uma nova comissão, desta vez em nível nacional, formada por parceiros do Sebrae e por especialistas em pequenos negócios. Todas as avaliações são realizadas com base em uma matriz de pontuação, com critérios específicos de cada categoria.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.