0 Shares 423 Views

Projeto que prevê policiais da reserva nas escolas do Paraná será suspenso temporariamente

31 de março de 2019
423 Views

“O governo do Paraná resolveu nesta sexta-feira (29) suspender temporariamente o edital aberto para selecionar policiais militares da reserva interessados em participar da primeira etapa do programa Escola Segura. A decisão ocorre um dia antes do prazo final de inscrições e tem ligação com a baixa adesão. A medida será mantida, mas revisada. As informações são da Gazeta do Povo.

A Polícia Militar não revela o número de inscritos, mas confirma que haverá revisão do valor oferecido pelo trabalho. Pelo edital 001/2019, os policiais militares da reserva aprovados receberiam R$ 113 por dia de trabalho.

O governo estuda reivindicações da categoria para tornar a iniciativa mais atrativa. Além de uma garantia de remuneração líquida mínima, em torno de R$ 3 mil, os policiais pedem que sargentos da reserva possam participar do programa. As novas condições do edital, incluindo a nova remuneração, devem ser divulgadas ainda na próxima semana.

O edital reservava 74 vagas para escolas de Londrina e 46 vagas para Foz do Iguaçu. Uma segunda etapa do programa alcançaria escolas da região metropolitana de Curitiba. O Paraná tem, atualmente, 2.143 escolas estaduais.

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), lançou o programa durante uma cerimônia, no último dia 15, apenas dois dias depois do episódio da escola de Suzano, em São Paulo, quando dez pessoas foram assassinadas.

Podiam se inscrever na seleção soldados da Polícia Militar que estão na reserva há no mínimo dois anos, e que tenham porte de arma vigente. O processo seletivo incluía testes físicos e de aptidão mental. Para atuar nas escolas, eles passariam por um treinamento.

link da notícia
https://www.gazetadopovo.com.br/parana/com-baixa-adesao-escola-segura-e-suspenso/

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.