0 Shares 313 Views

Curitiba vai investir US$1 milhão em projetos de energias alternativas

19 de fevereiro de 2019
313 Views

 

O prefeito Rafael Greca assinou na tarde desta segunda-feira (18/2) o documento oficial que garante o recebimento de US$ 1 milhão para viabilizar projetos de energia limpa e alternativa na cidade. O valor vem do C40 Cities Finance Facility (CFF), entidade internacional que facilita o acesso a financiamentos para projetos de mitigação de mudanças climáticas em áreas urbanas.

“Por esse memorando, a cidade avança no financiamento do projeto Curitiba mais Energia, que compreende os prédios públicos com painéis solares, além de quatro terminais com a tecnologia e o Aterro Solar da Caximba, uma ideia antiga minha, projeto meu e do Eduardo [Pimentel, vice-prefeito]”, disse Greca.

Acompanharam a assinatura o vice-prefeito, o secretário do Governo Municipal e presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur, e a procuradora-geral do Município, Vanessa Volpi.

Agora, o documento retorna para Brasília e no próximo mês equipes da Prefeitura de Curitiba iniciam a construção da agenda do projeto com técnicos da C40.

Prêmio

Curitiba concorreu com 120 cidades de todo o mundo e esteve entre as nove contempladas pelo C40 durante conferência internacional realizada em Berlim (Alemanha), em novembro do ano passado.

O apoio permite que as cidades preparem propostas de negócios financeiramente sólidas para seus projetos. O valor é destinado à estruturação do projeto, que prevê, em especial, a instalação de painéis solares no Aterro da Caximba e em terminais de ônibus.

De acordo com comunicado da entidade, o projeto curitibano é um dos que “identificaram prioridades para atender ambiciosas visões de serem líderes mundiais na implementação de ações climáticas sustentáveis e inclusivas.”

Financiamento

O CFF é uma colaboração do C40 Cities Climate Leadership Group e da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) GmbH, que apoia cidades no desenvolvimento de projetos para reduzir as emissões de gases e frear o aumento da temperatura global.

O programa é financiado pelo Ministério Federal Alemão para o Desenvolvimento Econômico e Cooperação (BMZ), pelo Departamento de Negócios, Energia e Estratégia Industrial do Reino Unido (BEIS) e pela Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).

O C40 é uma rede formada por cidades comprometidas com a discussão e a busca de soluções para problemas decorrentes das mudanças climáticas, como o aquecimento global.

Atualmente já há projetos apoiados nas cidades de Bogotá (Colômbia), Cidade do México (México) e eThekwini (África do Sul).

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.