0 Shares 200 Views

Eu represento o que o bolsonarista pensa, afirma Ogier Buchi

25 de setembro de 2018
200 Views

Em mais uma entrevista ao vivo, desta vez na TV Tarobá, em Cascavel, Ogier Buchi mostrou nesta segunda-feira, 25, profundo conhecimento dos problemas e das potencialidades do Paraná. Durante dez minutos, o candidato da Coligação Pátria Brasil (PSL-PTC- Patriotas), deixou claro um dos principais pontos de seu plano de governo: “Vou resolver as questões logísticas com financiamentos externos. Basta balancear o orçamento e ter capacidade de gestão, visão de futuro e estabelecer para o Paraná metas de crescimento”.

Buchi também aproveitou para, mais uma vez, afirmar que vai privatizar o que for possível e enxugar a máquina pública. Quando questionado sobre a falta de apoio dentro do próprio partido, ele foi bastante objetivo. “Nós estamos na época dos tico-ticos. Tico-tico governamental, tico-tico partidário e, lastimavelmente, pessoas que fazem parte da executiva regional do partido e também da executiva nacional entenderam que seria justo apoiar um candidato de outra coligação, que nada tem a ver com as ideias do PSL”.

Com bom humor, ainda afirmou que possíveis apoios da família Massa a Jair Bolsonaro e até mesmo a ele, são bem-vindos. “Só peço a eles que não tragam o seu passado e seu envolvimento com o ex-presidente preso, que pouca gente apoiou o Lula como os Ratinho, pai e filho. E o seu envolvimento como outro presidiário, Beto Richa”.

O candidato ao Palácio Iguaçu foi ainda mais enfático. “Eu sou a coerência. Eu sou o paradigma da indignação. Eu represento o que você que é bolsonarista pensa”. E concluiu: “O estado é de gente série, de gente que trabalha. Está na hora de por alguém no Palácio Iguaçu que é igual a vocês. E eu sou igual a vocês”.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.