0 Shares 617 Views

João Arruda é candidato ao Governo do Estado e afirma que vencerá as eleições

31 de julho de 2018
617 Views

O deputado federal, João Arruda, confirmou nesta terça-feira que é candidato ao Governo do Estado pelo MDB. Em entrevista ao Paraná Portal, disse que a ideia inicial era uma coligação com o candidato Osmar Dias, do PDT, mas como essa negociação se distanciou, colocou seu nome para disputar o Palácio Iguaçu. “Sou candidato do MDB, o maior partido do Estado, com o maior número de prefeituras e a maior militância. Vou para o segundo turno e vamos vencer as eleições, pois nosso partido tem projetos e ideias e estamos preparados para o debate”, afirmou, em entrevista a Pedro Ribeiro, do Paraná Portal.

Arruda disse que não tem receio de ficar sem mandato, já que era candidato à reeleição na Câmara Federal, porque “o meu partido, o MDB, tem todas as condições de governar o nosso Estado. Não quero ficar nesse jogo desnecessário de busca de coligações, de conchavos e acertos, pois sou objetivo e transparente”, pontuou o novo candidato ao Palácio Iguaçu. Com certeza teremos o apoio do ex-governador e senador Roberto Requião e vamos resgatar a autoestima dos paranaenses, com políticas públicas, um legado deixado pelo PMDB.

Embora saiba que o prazo – dois meses antes das eleições – é curto, o candidato disse que existe tempo suficiente para mostrar à população paranaense, com debate e propostas, que está preparado para assumir o Executivo estadual. “Queremos que os paranaenses que, hoje, estão desmotivados com a política e com os políticos, que ingressem ao debate e voltem a participar do processo político que é importante para traçar os destinos não apenas do nosso Estado, como da nossa nação”.

Arruda disse que encomendará uma pesquisa ainda essa semana e que os candidatos que estão há mais tempo em campanha nos os preocupa. Para ele, o que é importante, neste momento, é posicionar a população sobre como está sendo conduzido nosso Estado, onde a educação ficou para segundo plano, com total desvalorização dos professores e que a área de segurança, que já foi exemplo, hoje é um desastre, com viaturas sem gasolina e policiais com coletes às prova de balas vencidos. “Precisamos equipar nossos órgãos de segurança, a polícia científica, cibernética e reativar os valores do Nurse no combate à corrupção, pontuou.

O candidato também garantiu que, se eleito, não vai prorrogar contratos do pedágio e que fará nova licitação, No seu entendimento, com apenas 20% do que a população paga, hoje, de tarifas, seria o suficiente para deixar as estradas com infraestrutura de trafegabilidade. Também destacou apoio à agricultura familiar, com a volta do programa do leite e de merenda com produtos comprados dos próprios agricultores da região para fortalecer o mercado.

Ponderou que as empresas Copel e Sanepar não podem continuar visando lucros e que devem ter tarifas reduzidas de água e luz, como fez o governo do PMDB que congelou as tarifas por oito anos. “Não podemos penalizar o pai de família que já tem vários problemas econômicos devido à situação nacional e ter que pagar, por exemplo, uma tarifa de luz mais cara do que seu planejamento orçamentário. Ele preciso, isso sim, levar comida para a mesa de sua família”, disse.

Em relação a emprego, o candidato disse que é preciso incentivar as pequenas e médias empresas, pois são elas, hoje, as que mais empregam no país.

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.