0 Shares 248 Views

Richa confirma R$ 58,3 milhões para obras de água e esgoto em Telêmaco Borba

3 de abril de 2018
248 Views
Richa confirma R$ 58,3 milhões para obras de água e esgoto em Telêmaco Borba

O governador Beto Richa confirmou nesta segunda-feira (2) mais R$ 58,3 milhões para ampliação e melhoria dos sistemas de água e de esgoto de Telêmaco. O presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, e o prefeito Márcio Arthur de Matos assinaram o contrato com a Caixa Econômica Federal. “Os investimentos para Telêmaco Borba vão garantir mais tranquilidade ao abastecimento pelos próximos 30 anos. O índice de atendimento de esgoto de Telêmaco Borba aumentará de 78% para mais de 80%”, disse Richa.

“Em 2011, saímos de um índice de atendimento de 51% e já estamos com 72% da população com acesso ao sistema de coleta e tratamento. É o que acontece em Telêmaco Borba. Isso representa desenvolvimento e saúde para as famílias dessa cidade”, destacou.

As obras começam neste ano. Dos investimentos, R$29 milhões destinam-se a sistemas de abastecimento de água. Serão construídas seis novas elevatórias de água tratada, 3,5 mil metros de adutora e dois novos reservatórios, que juntos terão capacidade para armazenar 4,5 milhões de litros de água tratada.

Já para o sistema de esgoto são R$29,3 milhões, para implantação de mais 28,8 quilômetros de redes coletoras, 1.440 ligações prediais, duas estações elevatórias e aumento da capacidade de tratamento de duas estações (Uvaranal e Bandeirantes), melhorias e ampliação de outra (São Silvestre).

“O Paraná caminha a passos largos para estar entre os melhores em saneamento não só do Brasil, mas do mundo”, disse Mounir Chaowiche. “Em Telêmaco Borba, estamos alcançando a universalização do abastecimento de água e a ampliação do sistema de esgoto, que vai possibilitar uma cobertura de mais de 80%”, disse.

Para o prefeito Márcio Arthur de Matos os investimentos feitos pela Sanepar coloca Telêmaco Borba em patamar semelhante ao de grandes municípios. “Todo esse investimento é uma dádiva. Vivíamos antes numa situação muito complicada e agora entramos numa fase em que ficaremos próximos a municípios como Ponta Grossa e Londrina em termos de coleta e tratamento de esgoto, isso é muito bom”, afirmou.

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.