0 Shares 288 Views

Coluna Boca Maldita de sábado, 24

24 de fevereiro de 2018
288 Views

Osmar no trecho
Nestes dias que antecedem o início da campanha eleitoral, nenhum pré-candidato ao Governo do Estado quer perder tempo. O ex-senador Osmar Dias (PDT) também percorre o trecho. Na próxima segunda-feira (26) vai à Mandaguari, Maringá e Sarandi. Na primeira agenda, às 10h, prestigia a Assembleia Geral da Cooperativa Agropecuária e Industrial (Cocari). Em seguida, às 14h, vai ao Encontro com Pastores e Lideranças Evangélicas em Maringá e em Sarandi, às 18h visita à Câmara de Vereadores.

Janela eleitoral
Os dias mágicos para os políticos (deputados estaduais e federais e vereadores) são 07 de março e 07 de abril. Neste período estará aberta a chamada “janela partidária”, que permite aos parlamentares trocar de partido sem perder o mandato.

Para a campanha
Cinco secretários do governo Beto Richa (PSDB) confirmaram ao Bem Paraná que vão deixar os cargos até o início de abril, para disputar às eleições de outubro. Valdir Rossoni (PSDB), da Casa Civil; Michele Caputo Neto (PSDB), da Saúde; Artagão Júnior (PSB), da Justiça; e Douglas Fabrício (PPS), do Esporte devem deixar as secretarias, além de Marcos Traad (PSDB), diretor do Detran.

Onde?
Artagão, Douglas e Rossoni vão à reeleição. Michele Caputo e Traad vão disputar a Assembleia Legislativa.

Ah, o STF!
Devemos ao historiador Marcos Antonio Villa mais uma revelação assombrosa, sobre os números (R$) do Supremo Tribunal Federal (STF). O órgão gasta R$ 500 milhões por ano e tem 2.450 funcionários (cada ministro tem 222 funcionários).

STF II
Em 2016, o STF gastou R$ 15,7 milhões em assistência médico e odontológica, R$ 1,5 milhão em auxílio-moradia, com pré-escola R$ 2 milhões, alimentação R$ 12 milhões e informática, outros R$ 10,5 milhões. E também R$ 204 mil em auxílio funeral e natalidade.

Sonho de consumo
O ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa, virou o sonho de consumo de parte do PSB. Lideranças do partido ainda não desistiram de filiá-lo para ser candidato à sucesso de Michel Temer (MDB). Março é o mês decisivo para as articulações darem resultado.

Para o PSD
Adianta o blogueiro Fernando Tupan que o deputado estadual Márcio Nunes (PSD) que tirar Tiago Amaral do PSB. O convite ocorreu durante a semana. O partido de Ratinho Junior tenta construir uma base sólida no norte do Paraná para a eleição de outubro e para a municipal de 2020. Amaral é considerado perfeito para disputar a prefeitura de Londrina, já que a administração de Marcelo Belinatti (PP) não vem agradando os londrinenses.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.