0 Shares 241 Views

Itália pode ser a porta de entrada para as empresas brasileiras na União Européia

31 de janeiro de 2018
241 Views
Itália pode ser a porta de entrada para as empresas brasileiras na União Européia

O advogado Walter Petruzziello afirmou nesta quarta-feira, 31, que a Itália pode ser a porta da entrada de produtos e serviços brasileiros no Mercado Comum Europeu. “Os dois países precisam tomar medidas que facilitem o intercâmbio nas áreas de comércio, investimentos, energia, indústria, defesa, educação, além de parcerias envolvendo pequenas e médias empresa”, disse Petruzziello durante encontro com o presidente da Fiep (Federação das Indústrias do Paraná), Edson Campagnolo.

Petruzziello, candidato nas eleições do parlamento italiano, considerou a reunião com Campagnalo “muito proveitosa”, onde as questões ligadas à comunidade italiana no Brasil permeou a conversa. “Um deputado eleito no exterior tem que se preocupar com os problemas dos italianos, mas também tem que se ocupar do relacionamento entre os dois países nos vários campos, principalmente no setor industrial e comercial”, disse.

Segundo Petruzziello, a Itália é um dos dez países que mais investem no Brasil. “São 900 empresas italianas no Brasil que empregam perto de 200 mil trabalhadores. Agora, a Itália pode ser a porta de entrada no Mercado Comum Europeu de produtos e serviços de empresas brasileiras. Isso precisa ser fortalecido e a eleição de representantes brasileiros no parlamento italiano vai intensificar, e muito, esse processo”, disse.

Ao presidente da Fiep, Petruzziello defendeu a ampliação do que classificou de laços históricos entre Brasil e Itália. “São novos tempos e novas oportunidades nas áreas infraestrutura, abertura para investimentos em ferrovias, rodovias, portos e aeroportos. Somos 30 milhões de brasileiros descendentes de italianos que escolheram o Brasil para construir suas vidas, criar os filhos e netos”, completou.

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.