0 Shares 134 Views

Justiça aceita pedido do Nucria e mãe que filmou agressões ao filho é presa após depoimentos em Curitiba

29 de dezembro de 2015
134 Views

mae-filhoda Banda B

A jovem Thays Caroline Chaves, 21 anos, acusada de torturar o filho de 3 anos está presa desde a madrugada desta terça-feira (29). A Justiça expediu o mandado de prisão solicitado pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), responsável pelas investigações. Thays está sendo acusada de torturar o filho, após filmagens das agressões serem compartilhadas em redes sociais. Segundo as investigações, ela mesma filmava as ações e mandava para o pai da criança, ex-marido dela, tentando chantageá-lo para que reatassem o relacionamento. O advogado de Thays nega as acusações e alega que o vídeo é uma montagem para prejudicá-la no processo de guarda.

O mandado de prisão foi cumprido no momento em que familiares prestavam depoimento. Thays foi levada para a cela por volta das 0h30, segundo a Polícia Civil, e já foi encaminhada ao Complexo Penal Médico, que fica em Piraquara. Ela será mantida em um local isolado para garantir a integridade física. Não há informações se prisão de Thays é temporária, com prazo de duração de cinco dias, prorrogáveis por mais cinco, durante a fase de investigação do inquérito policial; ou se é preventiva, sem prazo pré-definido, mas que pode ser decretada em qualquer fase da investigação policial quando houver indícios que liguem o suspeito ao delito.

Os vídeos e imagens da mãe agredindo o filho foram amplamente divulgados e compartilhados por usuários do Facebook e WhatsApp. Nas imagens, o menino aparece sendo asfixiado diversas vezes. Em entrevista exclusiva à Banda B, na manhã desta segunda-feira (28), a madrinha e prima de Thays afirmou que a jovem agredia o menino para chantagear o pai. “Ela já tinha sequestrado o menino há 15 dias e a polícia conseguiu resgatá-lo e deixou com o pai. Ontem, ela foi até a casa do pai e pegou o menino. Sabemos que ela estava com dois caras armados. Eles se conhecem há anos, namoraram, tiveram o menino e não deu certo. Ele queria se separar e ela não aceitava de jeito nenhum, aí resolveu usar o menino para chantagear o pai”, descreveu.

AQUI para ler o restante do artigo

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.