0 Shares 166 Views

Coluna Boca Maldita desta segunda, 16

16 de novembro de 2015
166 Views

Coluna Boca Maldita desta segunda, 16

Concessionárias de automotores
e animais na pauta da Assembleia
Sete projetos de lei estão na pauta da Assembleia Legislatia nesta segunda-feira (16). Entre as matérias que serão votadas em primeiro turno está o PL nº 261/2015, do deputado Felipe Francischini (SD), que dispõe sobre as obrigações dos revendedores e das concessionárias de veículos automotores a respeito dos produtos comercializados que se tornarem objeto de recall (recolhimento dos veículos ou outros produtos para correção de vícios ou defeitos).

Pauta II
Também retorna a discussão o PL que proíbe o uso de animais em testes de desenvolvimento de cosméticos, produtos de higiene e perfumes. A proposição de nº 227/2015 é de autoria do deputado Missionário Arruda (PSC). Em redação final entra o PL de Marcio Pacheco (PPL), que institui o uso de um aplicativo móvel denominado “Alerta Vida”, com a finalidade de auxiliar na busca de pessoas desaparecidas.

Regina Vogue
Também em redação final será votado o PL 586/2015, do deputado Chico Brasileiro (PSD), concedendo o título de Cidadã Honorária do Estado do Paraná à atriz e produtora Regina Vogue.

Geração Atitude
Alunos e professores de escolas públicas estaduais vão entregar hoje, ao presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano (PSDB), 32 projetos de lei elaborados pelos próprios estudantes. A iniciativa é uma das etapas do “Geração Atitude”, programa ligado ao Movimento Paraná Sem Corrupção, numa parceria entre a ALEP, Ministério Público do Paraná, Tribunal de Justiça e Secretaria de Estado da Educação.

Incidente doméstico
O deputado Nereu Moura, líder do PMDB, foi vítima de um acidente doméstico no final de semana. Usando uma tipoia, o parlamentar postou foto em uma rede social avisando que já está na capital, agradeceu as mensagens de solidariedade e diz estar pronto para desempenhar as atividades na Assembleia Legislativa.

Terror em Paris
A série de ataques terroristas em Paris, no início da noite de sexta-feira (13) ficou no topo do noticiário nacional e internacional no final de semana. De acordo com a imprensa francesa, até o fechamento da edição, o número de mortos já passava de 130. O EI (Estado Islâmico), grupo de guerrilheiros que suriu entre a Síria e Iraque, assumiu a autoria da matança. É o horror!

Mariana
Sem desmerecer o drama dos franceses, o drama doss mais de 500 mil brasileiros de Minas Gerais, vítimas do rompimento de duas represas, ficaram meio “esquecidos” da grande mídia. Além dos mortos soterrados pela lama, o incidente provocou uma das maiores tragédias ambientais do país que ainda vai afetar por décadas a população de Minas e do Espírito Santo.

Obras da Sanepar
A deputada Claudia Pereira (PSC) acompanhou no final da última semana, o vice-prefeito de São Miguel do Iguaçu, Mauro Remor, em audiência com o diretor da Sanepar, Mounir Chawiche. “A reunião foi bastante produtiva estreitando os laços entre a Sanepar e o município de São Miguel do Iguaçu”, disse a parlamentar

Eleições e dissimulações
O colunista Celso Nascimento, da Gazeta do Povo, traçou um perfil instigante sobre o que dizem e o que realmente querem as principais lideranças políticas do Paraná, nas eleições de 2016 e 2018 – Roberto Requião (PMDB), Osmar Dias (PDT), Alvaro Dias e Beto Richa (PSDB) e Gustavo Fruet (PDT). Nada do que dizem agora, alerta, é aquilo que realmente almejam no futuro próximo. A íntegra da coluna está no bocamaldita.com. Boa leitura!

Temer lá
A imprensa nacional retomou, no final de semana, a boataria sobre a saída de Dilma (PT) da Presidência da República – ou por impeachment ou renúncia. Alguns veículos de comunicação, como a revista Veja, já colocou o vice-presidente Michel Temer (PMDB), como virtual contemplado com o cargo, no caso de queda da titular.

Nas alturas
Uma pesquisa realizada de 7 a 11 deste mês em Minas Gerais, onde nasceu a presidente Dilma (PT), revela que 59,6% dos entrevistados querem seu impeachment. O levantamento do Instituto Paraná, entrevistou 1.583 eleitores em 84 municípios mineiros. Apenas 30,7% dos conterrâneos são contra o impeachment, 8,1% não são a favor, nem contra, e 1,6% não sabe ou não opinou.

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.