0 Shares 152 Views

Cresce mobilização por cota de US$ 1 mil para compras no Paraguai

26 de junho de 2013
152 Views

Vandré Dubiela
O Paraná

Começa a ganhar força o movimento pelo aumento da cota para compras no Paraguai. O novo valor proposto por autoridades brasileiras e paraguaias é de US$ 1 mil. Hoje, a cota é de US$ 300, ou seja, de R$ 675, utilizando como parâmetro a cotação de R$ 2,25. Pelo novo valor de mil dólares, o limite para compras passaria a ser de R$ 2.250.

O assunto passou a ganhar proporções durante reunião na casa da prefeita de Cidade do Leste, Sandra Mc Leod de Zacaria. Em um primeiro momento, o encontro serviu para debater as intenções da Prefeitura de Foz do Iguaçu em fortalecer uma parceria sustentável para o desenvolvimento regional. A vice-prefeita e secretária de Trabalho, Desenvolvimento Socioeconômico e Comércio, Ivone Barofaldi, também esteve presente e disse na ocasião que a finalidade foi melhorar o relacionamento entre as duas cidades de fronteira.

O diretor de Assuntos Internacionais, Mohamad Ibrahim Barakat, defendeu entre as principais bandeiras de integração o aumento da cota de compras no Paraguai para US$ 1 mil. Outras propostas envolvem a viabilização do curso de Medicina para Foz do Iguaçu e que a cidade seja instituída como sede oficial do Parlamento do Mercosul.

A prefeita de Cidade do Leste disse, na oportunidade, que o Paraguai experimenta uma nova fase com a eleição de novos governantes. Cidade do Leste é considerada a terceira maior zona franca do mundo, atrás somente de Hong Kong (Ásia) e Miami (EUA).

O encontro contou também com a presença do secretário geral de Cidade do Leste, Oscar Ocampos, do diretor jurídico, Bráulio Duarte, e do assessor especial de governo de Foz, Carlos Budel, além do diretor de Assuntos Internacionais, Mohamed Ibrahim Barakat, e de um grupo de empresários de Foz do Iguaçu.

Mais notícias para você:



Deixe um comentário

Your email address will not be published.