0 Shares 137 Views

Detran:TJ volta atrás e mantém cheque em branco a Beto Richa

21 de maio de 2012
137 Views

Com a decisão, o governo do estado poderá destinar R$350milhões do orçamento à área de segurança pública

Por 14 a 11 votos, o Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Paraná(TJ-PR) voltou atrás e não concedeu a liminar apresentada pela bancada da Oposição que declara inscontitucional a vinculação das taxas do Departamento de Trânsito do Paraná(Detran/PR) ao Fundo Estadual de Segurança Pública(Funesp).

O presidente do TJ, Miguel Kfouri Neto, argumentou que na sessão anterior, quando a maioria dos desembargadores entendeu que a transferência de arrecadação de um órgão para outro era inconstitucional, não havia maioria absoluta de votos e retificou a decisão.

Na sessão desta segunda-feira,21, votaram os cinco desembargadores que faltavam para completar o quórum qualificado de 13 votos. Todos eles votaram contra a liminar.Único a se justificar, o desembargador Neoval Quadros, afirmou que “deve haver conveniência política numa decisão dessa, e que haveria mais risco em cortar o repasse”.

A bancada da Oposição, autora da Ação Direta de Inconstitucionalidade(ADI) contra o tarifaço do Detran, aguardará a publicação do acórdão no diário oficial de justiça e avisa que vai recorrer da decisão no Superior Tribunal Federal.

Assinam a ADI os deputados Enio Verri, Luciana Rafagnin, Elton Welter, Péricles de Mello, Professor Lemos,Tadeu Veneri, Toninho Wandscheer, do PT, além de Anibelli Neto, do PMDB. O senador Roberto Requião, do PMDB, também subscreve a representação ao Ministério Público.

Da Liderança do PT na Assembleia Legislativa do Paraná

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.