Tag: candidatos (page 1 of 5)

Odebrecht: ‘Todos candidatos tiveram financiamento ilegal’

O empresário Marcelo Odebrecht, ex-presidente e herdeiro do grupo que leva seu sobrenome, disse em depoimento ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no início de março, que o financiamento ilegal de campanhas é tão comum no País que inclui todos os candidatos eleitos. “Duvido que tenha um político no Brasil que tenha se eleito sem caixa 2. E, se ele diz que se elegeu sem, é mentira, porque recebeu do partido. Então, impossível”, afirmou.

As declarações constam do depoimento prestado na ação que apura abuso de poder político e econômico pela chapa Dilma Rousseff-Michel Temer nas eleições de 2014. Naquele ano, além da então presidente, 1.626 pessoas conseguiram votos para ocupar os cargos em disputa.

No caso da Odebrecht, o empreiteiro pontuou que, dos recursos disponíveis para campanhas, 75% eram pagos fora do sistema oficial. Continue lendo

Seis podem disputar prefeitura de Foz

Seis podem disputar prefeitura de Foz do Iguaçu

Foz do Iguaçu poderá ter seis candidatos eleição de prefeito que será no próximo dia 2 de abril: Chico Brasileiro (PSD), Phelipe Mansur (Rede), Sidnei Prestes (PRP), Nilton Bobato (PCdoB), Joel de Lima (PT) e Nanci Rafagnin Andreola (PDT). As candidaturas certas são de Brasileiro, Mansur e Prestes. Bobato e Joel de Lima podem sair em aliança, com Bobato a prefeito e Joel de Lima como vice. Já Nanci Andreola, a vereadora mais votada da eleição de outubro com 5.192 votos, está sendo instada pelo ex-senador Osmar Dias a disputar a eleição. Nanci, inclusive, já tem maioria no diretório pedetista controlado pelo ex-prefeito Paulo Mac Donald Ghisi.

Ibope registra pesquisa em Curitiba

Ibope registra pesquisa em Curitiba

O Ibope registrou nesta terça-feira, 13, mais uma rodada de pesquisa da intenção de voto a prefeito de Curitiba. Serão 805 entrevistas com a divulgação dos dados previstos para a próxima segunda-feira, 19. A RPC contratou o levantamento ao custo de R$ 55.211,013 que está está registrado no TSE sob o número PR-01610/2016.

Além da intenção de voto para prefeito, estimulada e espontânea, o Ibope vai medir o interesse do eleitor sobre as eleições de 2 de outubro, vai trazer três simulações de segundo turno, rejeição dos candidatos, as avaliações do prefeito Gustavo Fruet (PDT), do governador Beto Richa (PSDB) e do presidente Michel Temer (PMDB). E ainda sobre quem será, na opinião do eleitor, quem será o próximo prefeito da capital paranaense e os principais problemas que a cidade enfrenta.

Na pesquisa no dia 23 de agosto, o Ibope registrou a intenção de voto de cada candidato nos votos válidos quando não leva em consideração os votos nulos e os que declaram que não votam em nenhum dos candidatos. Com os votos válidos, Rafael Greca (PMN) lidera com 36%, seguido de Gustavo Fruet (PDT) com 24%, Requião Filho (PMDB) com 21%, Ney Leprevost (PSD) com 8%, Maria Victoria (PP) com 5%, Tadeu Veneri (PT) com 3%, Xênia Mello (Psol), Afonso Rangel (PRP) e Ademar Pereira (Pros) – os três últimos com 1%. Continue lendo

PP reúne pré-candidatos a vereador em São José dos Pinhais

PP vereador são jose dos pinhais parana

O PP de São José dos Pinhais reúne na noite desta terça-feira (28), os pré-candidatos a vereador que vão disputar as eleições de 2 de outubro. Os pré-candidatos terão uma palestra sobre marketing político e estratégias de campanha. O encontro será na rua Teresa Francisca Dissenha Cortes, 114, a partir das 19h30. O PP já definiu o apoio a pré-candidatura de Thiago Bührer para prefeitura de São José dos Pinhais.

Eleições 2016: ‘Prefeito tem que ser bom gestor’, afirma Ratinho Júnior

O deputado Ratinho Júnior, secretário de Desenvolvimento Urbano do Paraná e vice-presidente do PSD, adiantou neste sábado, 11, que a população procura bons gestores para administrar as cidades a partir de 2017. “Nesse momento as pessoas estão descrentes com os homens e mulheres da vida pública. O PT teve essa capacidade de desconstruir o meio político do Brasil e temos que reconquistar a credibilidade dos homens públicos com a população”, disse Ratinho Júnior no seminário do PSD realizado em Curitiba.

“De que forma vamos recuperar isso? Apresentando bons quadros para a sociedade. Porque o candidato a prefeito não basta ser popular, ele vai ter que ser popular, mas acima de tudo, vai ter que ser um bom gestor e demonstrar paras as pessoas que tem um bom plano de governo, que tem uma equipe capacitada para coordenar. É dessa forma que os candidatos vão conseguir conquistar a confiança da população”, completou Ratinho Júnior.

Sobras de 2012 na campanha de 2016

Os candidato a prefeito e vereador que registraram sobras na campanha eleitoral de 2012, poderão utilizar os recursos nas eleições deste ano. A informação é do advogado Marcos Boschirolli, especialista em direito eleitoral, ao analisar as novas regras aprovadas para o pleito de outubro próximo.

É preciso comunicar ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre os valores até o final deste mês. “Os recursos auferidos nos anos anteriores devem ser identificados como reserva ou saldo de caixa nas prestações de contas anuais da agremiação, que devem ser apresentadas até 30 de abril de 2016”, afirma Boschirolli.

Outra alteração que provoca profundo impacto e que representa uma mudança no quadro em relação a anos anteriores: o dinheiro para os gastos de campanha, como confecção de adesivos, santinhos, etc, não poderá vir de doações de empresas, somente de pessoas físicas. “Detalhes pertinentes, como estes, além de muitos outros, devem ser observados com atenção, para que não haja risco durante o processo”, observa.

Termina hoje o prazo de filiação para quem vai concorrer nas eleições 2016

Termina hoje filiação de candidatos

Termina às 23h59 deste sábado (02) o prazo de filiação para quem pretende concorrer às eleições municipais de 2 de outubro. O prazo de seis meses antes do pleito está previsto nas novas regras da lei eleitoral. Até o pleito passado, o prazo era de um ano. Os partidos ainda terão duas semanas para enviar a lista à justiça eleitoral.

De acordo com a chefe de cartório, Rejane Karina Toffolo, “o prazo para os partidos enviarem a lista oficial dos filiados para processamento é 14 de abril, conforme Provimento nº 06/16 da Corregedoria Geral Eleitoral”. Esta responsabilidade de envio da lista recai sobre os órgãos partidários regionais ou municipais, responsáveis pelo gerenciamento das filiações.

A lista pode ser cadastrada via internet, submetendo-a ao Tribunal Superior Eleitoral, anota A Gazeta do Iguaçu.

PV em busca de deputados

PV em busca de deputados

Severino Motta, Veja

Com a janela para troca de partidos se aproximando, diversos deputados têm recebido ligações do senador Álvaro Dias. Ele quer engrossar as fileiras do PV para as eleições municipais e de 2018.

PHS Curitiba fecha chapa de vereadores

PHS Curitiba fecha chapa de vereadores

O presidente nacional do Partido Humanista da Solidariedade (PHS), Eduardo Machado, anunciou nesta terça-feira (16) em Curitiba que o partido na capital já tem chapa completa de pré-candidatos a vereadores para as eleições de outubro.

“Temos uma chapa homogênea e a nossa proposta é de política com responsabilidade. Nós seremos ferramentas para que o Estado cuide da comunidade”, disse presidente do diretório municipal, Fernando Ibanez.

Eduardo Machado destacou o trabalho de Ibanez e a importância de uma chapa pura na capital paranaense. “Esse ano vai marcar a história do PHS em Curitiba”. Ele também aproveitou o momento para dar alguns conselhos para os pré-candidatos presentes na reunião. Segundo ele, a eleição para vereadores é uma das mais difíceis e o trabalho “corpo a corpo” será muito importante. “Quem tem capilaridade vai começar a se destacar muito mais”.

Coluna Boca Maldita desta quarta, 03

 17 deputados-candidatos A seis meses do início da campanha das eleições de outubro, pelo menos 17 deputados estaduais podem disputar o mando de municípios em suas bases de atuação. Em Curitiba, a eleição poderá contar com a participação do maior número de parlamentares, caso Ratinho Jr, confirme sua candidatura pelo PSC. Além dele, cinco deputados já anunciaram a intenção de participar da corrida pela sucessão de Gustavo Fruet (PDT): Maria Victória (PP), Requião Filho (PMDB), Tadeu Veneri (PT), Mauro Moraes (PSDB) e Ney Leprevost (PSD). Deputados-candidatos II Cascavel e Ponta Grossa poderão contar com três deputados candidatos. Em Cascavel, já anunciaram a intenção de disputar a sucessão de Edgar Bueno (PDT), os deputados Leonaldo Paranhos (PSC), Márcio Pacheco (PPL) e Professor Lemos (PT). Em Ponta Grossa deverão disputar a sucessão de Marcelo Rangel (PPS), os deputados Márcio Pauliki (PDT), Péricles de Mello (PT) e Plauto Miró (DEM). Deputados-candidatos III Os outros deputados que poderão disputar as eleições de outubro são Chico Brasileiro pelo PSD em Foz do Iguaçu, Bernardo Carli pelo PSDB em Guarapuava, Dr Batista pelo PMN em Maringá, Wilmar Reichembach pelo PSC em Francisco Beltrão e Schiavinato pelo PP, em Toledo. Sessões retomadas A vice-governadora Cida Borghetti (Pros) participou ontem (02), da instalação dos trabalhos da Assembleia Legislativa para o exercício de 2016. Cida falou em nome do Governo do Estado e disse acreditar que a boa relação entre os dois poderes vai pontuar os trabalhos durante o ano. LRF Durante a abertura dos trabalhos, o presidente Ademar Traiano (PSDB), anunciou que no próximo dia 25 o secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo, estará na Assembleia para a primeira prestação de constas do Governo em 2016. O ato, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal, será no Plenário da Casa. “Armação” À imprensa, logo após encerrar a sessão, Traiano falou sobre as denúncias envolvendo o governador Beto Richa (PSDB) nas operações Publicano e Quadro Negro, que investigam irregularidades na Receita Estadual e em obras de construção de escolas estaduais. Segundo ele, tudo não passa da mais “pura armação” e que as denúncias são “inconsistentes e irresponsáveis”, com origem em um fato político orquestrado. “Confio na Justiça” O governador Beto Richa também falou à imprensa sobre a decisão do STJ, que autorizou a inclusão do seu nome na investigação da Procuradoria Geral da República sobre Operação Publicano. Richa disse que ainda não teve acesso ao inquérito, confia na Justiça e é o maior interessado no esclarecimento dos fatos. 2º turno em Cascavel Para surpresa até mesmo da Justiça Eleitoral, Cascavel passou a marca dos 200 mil eleitores durante o plantão de sábado (30 de janeiro), quando mais de 2,5 mil pessoas compareceram ao fórum e elevaram o número de eleitores para 200.183. Dessa forma, a escolha do sucessor de Edgar Bueno poderá ser realizada em dois turnos (dia 2 e 30 de outubro). Pros solo O professor Ademar Pereira, empresário da Educação, caminha para ser o candidato a prefeito em Curitiba pelo Pros. As direções, estadual e municipal, do partido se reuniram segunda (1º de fevereiro) e reafirmaram o compromisso de viabilizar a candidatura própria à prefeitura e chapa pura para vereadores na capital.

17 deputados-candidatos
A seis meses do início da campanha das eleições de outubro, pelo menos 17 deputados estaduais podem disputar o mando de municípios em suas bases de atuação. Em Curitiba, a eleição poderá contar com a participação do maior número de parlamentares, caso Ratinho Jr, confirme sua candidatura pelo PSC. Além dele, cinco deputados já anunciaram a intenção de participar da corrida pela sucessão de Gustavo Fruet (PDT): Maria Victória (PP), Requião Filho (PMDB), Tadeu Veneri (PT), Mauro Moraes (PSDB) e Ney Leprevost (PSD).

Deputados-candidatos II
Cascavel e Ponta Grossa poderão contar com três deputados candidatos. Em Cascavel, já anunciaram a intenção de disputar a sucessão de Edgar Bueno (PDT), os deputados Leonaldo Paranhos (PSC), Márcio Pacheco (PPL) e Professor Lemos (PT). Em Ponta Grossa deverão disputar a sucessão de Marcelo Rangel (PPS), os deputados Márcio Pauliki (PDT), Péricles de Mello (PT) e Plauto Miró (DEM).

Deputados-candidatos III
Os outros deputados que poderão disputar as eleições de outubro são Chico Brasileiro pelo PSD em Foz do Iguaçu, Bernardo Carli pelo PSDB em Guarapuava, Dr Batista pelo PMN em Maringá, Wilmar Reichembach pelo PSC em Francisco Beltrão e Schiavinato pelo PP, em Toledo.

Sessões retomadas
A vice-governadora Cida Borghetti (Pros) participou ontem (02), da instalação dos trabalhos da Assembleia Legislativa para o exercício de 2016. Cida falou em nome do Governo do Estado e disse acreditar que a boa relação entre os dois poderes vai pontuar os trabalhos durante o ano.

LRF
Durante a abertura dos trabalhos, o presidente Ademar Traiano (PSDB), anunciou que no próximo dia 25 o secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo, estará na Assembleia para a primeira prestação de constas do Governo em 2016. O ato, previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal, será no Plenário da Casa.

2º turno em Cascavel
Para surpresa até mesmo da Justiça Eleitoral, Cascavel passou a marca dos 200 mil eleitores durante o plantão de sábado (30 de janeiro), quando mais de 2,5 mil pessoas compareceram ao fórum e elevaram o número de eleitores para 200.183. Dessa forma, a escolha do sucessor de Edgar Bueno poderá ser realizada em dois turnos (dia 2 e 30 de outubro).

Pros solo
O professor Ademar Pereira, empresário da Educação, caminha para ser o candidato a prefeito em Curitiba pelo Pros. As direções, estadual e municipal, do partido se reuniram segunda (1º de fevereiro) e reafirmaram o compromisso de viabilizar a candidatura própria à prefeitura e chapa pura para vereadores na capital.

Novas regras para eleições municipais já estão valendo

Novas regras para eleições municipais já estão valendo

Já estão em voga as regras para as eleições municipais de 2016, delineadas em dez regulamentações definidas em dezembro pelo TSE com base nas alterações da minirreforma eleitoral aprovada no ano passado. Entre as principais modificações estão os prazos para filiação e registro de candidatura, a redução qualitativa e quantitativa das campanhas eleitorais e as restrições nas doações. Com informações da Folha de Londrina.

A alteração mais perceptível para o eleitor deve ser o tempo de campanha eleitoral, que caiu de 90 para 45 dias, e a duração do horário eleitoral gratuito, que terá dez dias a menos em rádios e tevês – serão 35, ante os 45 dias anteriores.

Em contrapartida, os legisladores reduziram, também, as hipóteses de propaganda extemporânea. As restrições da campanha, que não pode mais contar com cavaletes, placas e muros, entre outras proibições, deve acelerar o debate eleitoral. Continue lendo

Marina diz não a Fruet

Marina diz não a Fruet

Depois de Alvaro Dias (PSDB) agora é a vez de Marina Silva (Rede) dizer não ao prefeito Gustavo Fruet (PDT). Fruet sondou primeiro ingressar no partido da ex-ministra e depois pediu o apoio do partido recém criado por Marina. As duas tentativas foram em vão: a Rede tem compromisso com o PSB de Luciano Ducci ou com o PEN de Wilson Picler.

Planos para 2016 afastam ainda mais PMDB e PT

Planos para 2016 afastam ainda mais PMDB e PT

A eleição municipal do ano que vem deve servir de cenário para o primeiro ato do processo de divórcio entre PMDB e PT. O partido do presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e do vice-presidente Michel Temer quer usar as disputas municipais como ensaio geral para a corrida pelo Planalto, em 2018. Por isso, deve ampliar o número de candidatos próprios. Consulta a líderes e dirigentes partidários nos estados mostra que a expectativa é que petistas e peemedebistas se enfrentem em, pelo menos, 13 das 26 capitais. Em 2012, foram só oito duelos entre as duas siglas nessas cidades. As informações são d’O Globo.

O projeto de independência do PMDB ainda levará à redução das alianças entre os dois partidos. Nas últimas eleições municipais, as siglas estiveram juntas em oito capitais; agora, devem manter a união em, no máximo, quatro. Além disso, os peemedebistas, que apoiaram quatro candidatos do PT em 2012, não têm, no quadro atual das negociações políticas, perspectiva de estar em nenhuma chapa que tenha um petista na cabeça.

– As eleições municipais vão servir para alicerçar o nosso projeto de concorrer competitivamente em 2018 – afirma o ex-ministro Moreira Franco, presidente da Fundação Ulisses Guimarães, ligada ao PMDB, e responsável por coordenar o projeto do partido para as eleições municipais. Continue lendo

PRB pode ter candidato a prefeito, diz Valdemir

PRB Curitiba reúne pré-candidatos terça-feira

O presidente municipal do PRB, vereador Valdemir Soares, convocou para esta terça-feira (19), uma reunião para anunciar os pré-candidatos do partido nas próximas eleições municipais. Segundo Soares, o PRB já tem todos os nomes para entrar na eleição com chapa pura. “Acreditamos que será uma eleição de renovação e mudanças, pois o momento pede novos nomes para sucessão da prefeitura e o partido tem conversado com vários pré-candidatos de outras siglas, com objetivo de trazer para mais perto da chapa a melhor opção”, antecipa.

Valdemir destaca ainda que aguarda a decisão de alguns nomes convidados para disputar a cadeira de prefeito pelo PRB e tem como meta triplicar o número de vereadores republicanos na capital. “Nós temos espaço, superamos partidos como o PPS, PDT, PV e encostamos no DEM. Temos mais tempo de exposição na televisão, mais espaço nas propagandas eleitorais, mais intensidade de exposição na mídia e aumento do potencial para consolidação das intenções de votos, o que desperta sem dúvidas o interesse político”, finaliza o parlamentar. O encontro municipal do PRB acontece Hotel Nacional Inn, as 19h.

Curitiba já tem 17 candidatos a prefeito

do Fábio Campana

É muito candidato. Mas como Gustavo Fruet, o prefeito, tem chances mínimas de reeleição, muita gente acredita que pode chegar lá. Vejam a lista:

Além do próprio Gustavo Fruet, que não perde a esperança de segurar o osso, Mirian Gonçalves, Luciano Ducci, Ratinho Jr, Fernando Francischini, Requião Filho, Ney Leprevost, Tadeu Veneri, Rubens Bueno, Valdir Rossoni, Rafael Greca de Macedo, Ricardo Gomyde, Maria Victória Barros, Wilson Picler, Valdemir Soares, Gilberto Ribeiro e Pier Paolo Petruzzielo.

candidatos

 

Older posts

© 2017 Boca Maldita

Layout por Poolbliq ComunicaçãoUp ↑