Arquivos

2 Comentários

  1. Servidor Público da SMOP

    25 de agosto de 2014 at 10:31

    Perguntar não ofende, gostaria de explicações do Sr. Secretário e Superintendente de Obras da Prefeitura Municipal de Curitiba:

    Veículos de fiscalização da iluminação Pública, nos contratos de manutenção no serviço de Iluminação Pública, são utilizados nos horários após o expediente e fins de semana para uso particular… Isso pode?
    Segundo informações são seis veículos para fiscalização da Iluminação Pública, o que consta que os mesmos são utilizados por servidores e por cargos comissionados fora do horário de expediente em serviços especiais e utilizados também em finais de semana (uso próprio, para ir em mercados em shoppings).

    – Carro Ford – OPX 1175 – placa de Belo Horizonte;
    – Carro Ford – OPW 2441 – placa de Belo Horizonte
    – Carro Chevrolet – AYK 8410 – placa de Curitiba.

    Diretor e Gerentes utilizam os veículos para fins particulares, e só acompanhar e conferir.

    O Departamento de Iluminação Pública fica na Rua Emílio de Menezes, 500 – São Francisco.

    Outra situação gravíssima e prática usada a muito tempo e ganhar horas extras sem fazer, na SMOP isso é uma prática normal e recorrente, pois ganha-se sem fazer uma hora extra noturna ou Sábado na SMOP ou pelo menos na maioria dos setores da mesma.

    Abraço.

  2. Engraçado a situação dos funcionários da Smop, aos 45 minutos do segundo tempo solicitados a trabalhar no último dia 26/10 para o PT o Secretário de Obras, o cidadão Bipolar, aquele que gosta de gritar com mulheres não sabia nem como lidar com tal situação, o cara não tem bem tato e muito menos jeito para coisa. Lá no meio do corredor o superintendente "filhotinho do PSDB" todo tempo calado e rindo pelos cantos, pois é claro que não iria fazer nenhuma força para ajudar no pleito forçado, é claro que se não colaboraram a campanha inteira, não era agora que iriam fazer algo diferente…

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será divulgado.

© 2017 Boca Maldita

Layout por Poolbliq ComunicaçãoUp ↑