0 Shares 3132 Views

Boca Aberta corre risco de perder mais um mandato

31 de janeiro de 2019
3132 Views

 

O Ministério Público Federal (MPF) está contestando a diplomação do deputado federal eleito Emerson Petriv, o Boca Aberta (PROS-PR). O parlamentar corre risco de perder o seu novo mandato. O processo está no Tribunal Regional Eleitoral e logo deve subir para julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As informações são de Rogério Galindo no Blog Caixa Zero/Plural.

Boca Aberta foi vereador em Londrina, mas acabou cassado por seus pares. De acordo com a procuradora regional eleitoral, Eloísa Helena Machado os efeitos da cassação de Boca Aberta, embora tenham sido suspensos por um ato jurídico, foram aplicados novamente em decisão do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR).

Podendo perder o seu diploma de deputado eleito, Boca Aberta concorreu nas eleições do ano passado sub judice, com uma liminar que foi revogada pouco antes da eleição. Caso seja cassado, quem assume é o tucano Valdir Rossoni, ex-chefe da Casa Civil de Beto Richa (PSDB).

Em 2014, Rossoni fez mais de 170 mil votos. Nas eleições seguintes, teve pouco mais de 72 mil votos. Ele ficou como o primeiro na suplência da coligação que reuniu PSDB, PROS e outros partidos.

Boca Aberta foi vereador de Londrina e perdeu o cargo no seu primeiro ano de mandato em 2017. Ele fez uma vaquinha na internet para pagar uma multa eleitoral. O parlamentar já havia sido condenado na Justiça Eleitoral por pedir votos em uma unidade de pronto-atendimento (UPA) durante as eleições de 2016.

Além dele, o filho do deputado, Boca Aberta Jr. (PROS), foi eleito deputado estadual em outubro e toma posse nesta sexta.

link nota

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.