0 Shares 59 Views

Ministro defende inclusão das novas gerações para impulsionar o turismo termal no Brasil

14 de setembro de 2018
59 Views

Vinicius Lummertz participou da abertura Feira Internacional de Turismo Termal, Saúde e Bem-Estar, a Termatalia 2018, em Foz do Iguaçu (PR)

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, defendeu nesta quinta-feira (13), em Foz do Iguaçu (PR), o envolvimento dos jovens como estratégia de desenvolvimento do turismo termal no Brasil. Hoje, embora o País tenha o maior mercado da América Latina no segmento, a atividade ainda está mais associada às gerações mais antigas.

“Os números que temos nos colocam em primeiro lugar [na América Latina] em volume, mas ainda estamos distantes de um mercado maduro. Para amadurecer esse mercado, precisamos colocá-lo dentro da estratégia de desenvolvimento e também criar uma noção de marketing mais profunda para as novas gerações”, afirmou.

As declarações foram dadas durante a abertura da Feira Internacional de Turismo Termal, Saúde e Bem-Estar, a Termatalia 2018, promovida pela Fundação Feiras e Exposições de Ourense, da Espanha, com o apoio da Itaipu Binacional, Prefeitura Municipal de Foz, Fundo Iguaçu, Governo do Estado do Paraná e Ministério do Turismo.

Também participaram o prefeito de Foz, Chico Brasileiro; o diretor da Termatalia, Alejandro Carballo Rubin; o secretário de Turismo do Paraná, João Carlos Barbiero; a diretora de Turismo do governo da Galícia (Espanha), Nava Castro; o diretor financeiro executivo de Itaipu e diretor-geral brasileiro em exercício, Mario Antonio Cecato – entre outras autoridades municipais e estaduais do Brasil, da Espanha e da Argentina.

Vinicius Lummertz defende que é preciso relacionar a indústria do turismo termal, que é milenar e gera empregos no mundo inteiro, aos valores das novas gerações. Ele citou como exemplo o conceito wellness – atividade física associada à qualidade de vida e ao bem-estar. “São valores de vivência, de experiência, mais que de posse.”

O ministro avaliou que a feira em Foz do Iguaçu é importante porque traz a experiência do mercado Europeu, muito mais desenvolvido no segmento. “O Brasil tem muito potencial. Podemos desenvolver essa indústria e vamos precisar desses parceiros que têm conhecimento”, disse.

“O que nós precisamos é melhorar o nosso ambiente de negócios. Se nós criarmos as condições, os investimentos virão. Até porque, associado ao setor termal e ao setor de wellness, o Brasil tem muita natureza. Poucos países no mundo têm o que nós temos aqui”, acrescentou.

O prefeito Chico Brasileiro agradeceu o empenho do ministro para ajudar a desenvolver o turismo na região e destacou que o Destino Iguaçu não é só Foz do Iguaçu, mas contempla atrações nos vizinhos Paraguai e Argentina. “Formamos uma irmandade. E agora, pelo termalismo, se juntam os 36 países que estão aqui participando da Termatalia. Seremos irmãos pelo turismo.”

Mario Antonio Cecato destacou que o turismo se tornou a vocação econômica natural da região, gerando emprego e renda. “Temos aqui as Cataratas do Iguaçu, consagradas como uma das novas sete maravilhas da natureza. E a própria Itaipu Binacional, uma das sete maravilhas da engenharia moderna, se configura cada vez mais como um grande atrativo turístico”, disse.

O diretor lembrou que, hoje, “o Destino Iguaçu se configura como um polo consolidado para a realização de eventos nacionais e internacionais, turismo de compras, de contato com a natureza e de aventura”. “E, agora, passará também a ser conhecido como um destino para o turismo termal e de cuidados com a saúde.”

Agenda
A 18ª edição da Termatalia tem a participação prevista de 3 mil profissionais, de mais de 36 países. O evento, considerado o maior do turismo termal do mundo, segue até sábado (15), no Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention. Estão previstos debates, concursos e jornadas científicas. Os estandes vão apresentar mais de 200 destinos termais do Brasil e do exterior. A agenda completa da feira pode ser acessada no site http://termatalia.com/index.php.

Foto: Nilton Rolin/Itaipu Binacional

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.