0 Shares 65 Views

PTI mostra alinhamento a projetos da ONU em evento de sustentabilidade e governança

28 de agosto de 2018
65 Views

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI) já está implementando em seus projetos e ações os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), previstos pela Organização das Nações Unidas. A ONU tem como meta promover o desenvolvimento sustentável até 2030. E o PTI tem se comprometido com esses esforços, como mostrou o diretor superintendente da Fundação PTI, Jorge Augusto Callado, na 7ª edição do Fórum Sustentabilidade e Governança, em Curitiba.

Assim como a Itaipu Binacional, sua instituição mantenedora, o PTI vem adaptando o planejamento de suas atividades aos 17 ODS. O modelo de sustentabilidade que vinha sendo desenvolvido no Parque, atuando nas esferas ambiental, econômica e social está sendo modelado às metas da ONU. Uma série de iniciativas do Parque, que atua como um Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação, atende a esses objetivos.

No fórum, Jorge Callado, que participou de um painel sobre “Inovação e Sustentabilidade Corporativa”, com o diretor de Novas Energias da WEG, João Paulo Gualberto da Silva, e o diretor-presidente da Copel, Jonel Nazareno Iurk, deu um panorama sobre a atuação do PTI e sua forma de atuação em toda a área de abrangência de 54 municípios do Oeste do Paraná.

O diretor superintendente explicou que o PTI é um espaço, dentro da área da usina de Itaipu, onde estão concentradas universidades, laboratórios, centros de pesquisa, incubadora de empresas e uma série de projetos – todos voltados à missão de promover a inovação e o desenvolvimento sustentável da região.

“O PTI está sempre em busca da inovação e do desenvolvimento de projetos que possam ajudar na vida das pessoas da região e de todo o mundo”, destacou Jorge Callado.

Ao assumir o compromisso com os ODS, o PTI vem adequando suas ações às metas propostas pela ONU. Na área de energias renováveis (ODS 7), por exemplo, o PTI trabalha com a produção de biogás e biometano a partir de dejetos de animais e outros materiais orgânicos, em uma parceria com a Itaipu e o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás). Além de dar uma destinação adequada aos resíduos do agronegócio, a produção do biogás ainda proporciona aos produtores rurais um aumento de renda.

Ainda na área de fontes alternativas de energia, o PTI possui uma planta de produção de hidrogênio, onde são produzidas pesquisas com o elemento, obtido a partir da eletrólise da água e considerado o combustível do futuro.

Outro exemplo de ODS que vem sendo tratado com seriedade no PTI é o 6, referente à Água Limpa e Saneamento. Técnicos do Parque oferecem apoio aos 54 municípios para a elaboração e revisão dos Planos de Saneamento Básico com a proposta de atender a legislação e garantir a esses municípios recursos federais para projetos na área.

Na área de emprego digno e crescimento econômico (ODS 8), a Incubadora Santos Dumont dá suporte a novos empreendedores para alavancar suas ideias e transformá-las em negócios de sucesso. Desde 2006, 338 empreendedores da região já receberam esse suporte da Incubadora, o que resultou na criação de 44 empresas, com a geração de 1.550 postos de trabalho.

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.