0 Shares 93 Views

Foz do Iguaçu entra para o circuito de destinos preferidos para casamento no Brasil

11 de agosto de 2018
93 Views

As Cataratas do Iguaçu já serviram de cenário para muitas ocasiões: novelas, filmes, campanhas publicitárias, visitas de autoridades, de famosos e de anônimos. Recentemente, a maior sequência de quedas d´água do mundo também passou a ilustrar álbuns de casamento. Além da possibilidade de dizer o “sim” diante do cenário que é Patrimônio Natural da Humanidade, muitos casais optam por Foz do Iguaçu pela quantidade de hotéis, de salões de festa, de igrejas e pela diversidade de atrativos turísticos que podem oferecer aos convidados.

A cerimonialista Paula Soba que organiza, pelo menos, 30 casamentos por ano na cidade, revela: “Mais da metade dos casais que atendo não são daqui. E isso inclui o envolvimento de outras 30 empresas do ramo como bufês, decoradores e fotógrafos”. A notícia de que Foz entrou para o circuito de destinos de casamentos do Brasil será apresentada na Feira Casar tá na Moda – 2018, no estande da empresa Paz Casamentos, criada há 13 anos pela cerimonialista e pelo marido Sérgio Kenji Soba. O evento será na próxima quarta-feira (15), das 10h às 23h, na Quinta das Marias. A entrada é gratuita.

Foz do Iguaçu: Destino de Casamentos

O chamado Destination Wedding já tem certa tradição em países da Europa, como a Itália, onde há, inclusive, formação específica para profissionais que atuam na área. Mas, eleger cidades como cenário de casamentos é algo relativamente novo no Brasil. “O que se percebe é que nos últimos cinco anos essa tendência tem se tornado mais forte em cidades brasileiras,” constata Paula Soba que tem contato frequente com cerimonialistas em outros estados. Foz do Iguaçu passou a integrar o circuito de destinos de casamentos no Brasil junto com cidades como Angra dos Reis/RJ, Fernando de Noronha/PE e Trancoso/BA – até então “queridinhas” dos noivos.

“Em Foz, realizamos casamento nas Cataratas, pela primeira vez, cinco anos atrás e o casal era da Inglaterra,” conta a cerimonialista. Em 2016, quando os brasileiros Murilo Pereira e a (agora) esposa, Erica Valiati decidiram casar de frente para as quedas, o desejo ainda tinha aspecto de peripécia. “Levamos quase um ano em busca de autorizações por se tratar de parque nacional,” contou Murilo. Depois disso, o setor de turismo entendeu o apelo do cenário e facilitou as coisas para os pretendentes. “Atualmente está muito mais fácil realizar este sonho,” atesta Paula Soba que complementa, “mas há muitos outros interesses que atraem casamentos para Foz. Em São Paulo, por exemplo, é preciso reservar igreja com anos de antecedência. Aqui, resolvemos isso em questão de meses”.

Novo nicho de turismo

Ser Destination Wedding é uma possibilidade bastante cobiçada pelo volume de negócios que envolve. A conta é de multiplicação: a estimativa é que noivos e convidados deixem na cidade valor até cinco vezes maior que o gasto com festa e cerimônia. O secretário de turismo de Foz do Iguaçu, Gilmar Piolla considera que esses eventos são um produto diferenciado e de qualidade que o destino oferece. “Movimentam os atrativos turísticos, os meios de hospedagem, a gastronomia, as empresas organizadoras de eventos, enfim, um conjunto de mais de 50 atividades econômicas”, pontuou o secretário.

Localização estratégica

O acesso a Foz do Iguaçu pode ser feito por três aeroportos internacionais, já que a cidade está na fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina. Além disso, por estar no interior do estado do Paraná, o município oferece ainda outro benefício: o de ser economicamente mais viável. Um casamento para 200 convidados, com serviço exclusivo, decoração e banda custa, em média, R$ 70 mil reais. Em capitais, esse valor pode chegar ao dobro, segundo comentam os noivos que procuram a Paz Casamentos. Foi o caso da consultora de imagens Sara Regina Külzer e do marido dela, o administrador Fabio Seiki Ishitani, que se casaram em maio, na fronteira.

Ela morava em São Paulo (capital) e ele em Uberlândia/MG, portanto havia uma questão geográfica a ser resolvida: “Nossa escolha foi bastante motivada pela logística,” disse Sara. Além disso, eles tinham convidados espalhados por várias cidades: Curitiba, São Paulo e Uberlândia, além de os familiares residirem no Paraná. “Sempre gostamos muito de viajar pra Foz pela rede hoteleira, pela parte gastronômica na Argentina, pela beleza natural, pelas compras no Paraguai, enfim, pensamos que seria também uma oportunidade de os nossos convidados conhecerem melhor a cidade,” explicou ela. Sara e Fabio não optaram por casar em frente às Cataratas, mas decidiram passar os primeiros dias da lua de mel dentro do Parque Nacional do Iguaçu.

O jornalista Murilo Pereira e a consultora de estilo, Erica Valiati, casal que realizou o sonho de receber a benção diante das quedas dois anos atrás, teve até as alianças abençoadas com água do rio Iguaçu. “Isso não é exclusividade para os iguaçuenses ou para alguém da região. Quem deseja ter um casamento diferente deve buscar isso!”, recomenda Murilo. “A gente revê as fotos e sempre se emociona ao lembrar daquele momento no altar, olhando as quedas atrás da juíza de paz, algo tão espetacular como as Cataratas servindo de pano de fundo para um momento tão especial!”, relembra.

SERVIÇO

FOZ DO IGUAÇU | DESTINO DE CASAMENTOS

FEIRA CASAR TÁ NA MODA – 2018

Data: 15 de agosto de 2018

Horário: das 10h às 23h

Local: Salão Victoria II (Quinta das Marias, Av. João Paulo II, 2703 – Jd. Manaus, Foz)

Entrada gratuita

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.