0 Shares 111 Views

Coluna Boca Maldita de quarta, 11

11 de julho de 2018
111 Views

Quiprocó na Alep
A temperatura subiu na Assembleia Legislativa, na tarde de terça (10). No momento em que o presidente Ademar Traiano (PSDB) colocou em votação o projeto da data-base, com 1% de reajuste aos servidores do Poder Executivo, que cobram 2,76%. Um dos manifestantes que lotavam as galerias, tentou descer no espaço dos deputados, com uma corda improvisada de bandeiras amarradas. Mesmo com o suporte, ele acabou caindo sobre um cinegrafista que filmava a sessão, interrompida logo após o fato. Traiano deu ordem de prisão para o invasor.

Quiprocó II
Em seguida, manifestantes seguiram até o gabinete da Liderança do Governo e só foram contidos por ação dos seguranças da Casa Leis. Até o fechamento da coluna, o clima ainda era pesado na região do Centro Cívico. Foto: Gustavo Abboud

Vai vetar
A governadora Cida Borghetti vai vetar os projetos de lei aprovados pela Assembleia Legislativa que autorizam reajustes de servidores públicos acima do índice de 1%, conforme proposto para os funcionários do Executivo. Segundo o blogueiro Fernando Tupan, a decisão vale para o Tribunal de Justiça (TJ-PR), Assembleia, Tribunal de Contas, Ministério Público e Defensoria Pública, que querem conceder 2,76% aos seus funcionários.

Salário-esposa
Mais uma daquelas notícias que deixam a população cada vez mais descrente em suas autoridades. Na cidade de São Paulo, acaba de ser criada uma rubrica oferecida ao funcionalismo – ativos e inativos, com o nome de ‘vantagem funcional’.

Esposa II
O “benefício” serve para servidores que são casados formalmente ou com vida em comum há pelo menos cinco anos, cujas esposas não exerçam funções remuneradas. A conta, é claro, vai para toda a população, inclusive mulheres que trabalham. Alguém duvida que a “lei” rapidamente se espalha pelo país?

Responsáveis
A governadora Cida Borghetti e a presidente do STF, Cármen Lúcia, tomaram decisões em comum quando se trata do zelo pelo dinheiro público e austeridade com as despesas do funcionalismo. No Paraná, Cida decidiu retirar a proposta de reajuste de 1% aos servidores depois que a oposição apresentou emenda aumentando o reajuste para 2,76%. No STF, Cármen Lúcia sinalizou aumento zero aos ministros da corte.

Herdeiro
O deputado estadual Schiavinato (PP) não vai tentar a reeleição na Assembleia Legislativa do Paraná. O parlamentar, segundo Fernando Tupan, quer uma cadeira na Câmara Federal, em Brasília. Mas pretende deixar um herdeiro na Assembleia Legislativa, que seria o empresário londrinense Paulo Tinoco.

Oportunidade
O MPPR lançou o edital 1/2018 para a seleção de um estagiário em Foz do Iguaçu. Os demais aprovados formarão um cadastro reserva. Entre os requisitos, o interessado deve ser bacharel em Direito e, na data da posse, estar cursando pós-gradução compatível com o estágio pretendido. A remuneração é de R$ 1.836, mais auxílio transporte de R$ 170 para uma carga de seis horas diárias de trabalho. As inscrições vão até 20 de julho.

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.