0 Shares 116 Views

Desarticulados: oposição e “independentes” derrubam sessão na Alep

5 de julho de 2018
116 Views

Treze dos 31 deputados que abraçaram a proposta do reajuste de 2,76% aos servidores estaduais deixaram o funcionalismo público na mão na sessão desta quarta-feira, 4, na Assembleia Legislativa. Com apenas 19 votos registrados, a sessão “caiu” logo no primeiro item por falta do quórum mínimo exigido de 28 parlamentares.

A falta de habilidade do grupo – composto em sua maioria pela oposição e pelos “independentes” -, impediu a reprovação do projeto que concederia 1% aos servidores, além da apreciação de requerimentos e todas as outras iniciativas que poderiam virar o jogo e fortalecer a manobra pelo “2,76%”.

De discurso inflamado voltado aos ocupantes das galerias, o deputado Marcio Nunes (PSD) sequer registrou voto no primeiro e único item apreciado na ordem do dia. Restou ao grupo espalhar o discurso que o fracasso da votação foi exclusivamente resultado de uma manobra da base do governo.

Assinaram a emenda pela elevação do reajuste, mas não registraram voto na sessão plenária os seguintes deputados: Alexandre Guimarães (PSD), Delegado Recalcatti (PSD), Douglas Fabrício (PPS), Felipe Francischini (PSL), Guto Silva (PSD), Hussein Bakri (PSD), Marcio Nunes (PSD), Marcio Pacheco (PPL), Mauro Moraes (PSD), Missionário Arruda (PSL), Péricles de Mello (PT), Rasca Rodrigues (PODEMOS) e Ratinho Junior (PSD).

link da votação
http://www.alep.pr.gov.br/transparencia/wp-content/uploads/2018/07/item-01-.pdf

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.