0 Shares 88 Views

Foz do Iguaçu é a segunda cidade do Paraná que mais gerou empregos em maio

22 de junho de 2018
88 Views

Foz do Iguaçu obteve o segundo melhor saldo positivo na geração de empregos formais entre os municípios paranaenses no mês de maio. Dados são da pesquisa mensal do Caged – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho.

No mês passado, foram abertas 2.258 vagas com carteira de trabalho assinada e 1.854 demissões, resultando num saldo positivo de 404 empregos formais. Com esse desempenho, a cidade ficou atrás apenas de Curitiba, capital do Estado, com saldo positivo de 954 vagas.

No acumulado dos cinco primeiros meses de 2018, Foz do Iguaçu subiu de sexto para quinto lugar e já soma um saldo positivo de 1.353 postos de trabalho formais. Continua na frente de Londrina e Ponta Grossa e atrás somente de Curitiba, Cascavel, Maringá e São José dos Pinhais.

Já no acumulado dos últimos 12 meses, a cidade tem o segundo melhor saldo positivo dentre todos os municípios paranaenses, com 1.616, atrás somente de São José dos Pinhais.

Turismo e serviços foram os setores responsáveis por 58,1% das vagas, com saldo positivo de 235 postos de trabalho no mês de maio. Comércio veio em seguida com 22,8% (92 postos de trabalho), acompanhado da construção civil com 16,5% (67 vagas). Nos cinco primeiros meses do ano, turismo e serviços respondem por 74,4% dos postos de trabalho. E a construção civil gerou outros 19,8%.

O prefeito Chico Brasileiro acredita que Foz do Iguaçu ainda vai crescer mais. “O projeto Destrava Foz vai melhorar o ambiente de negócios e atrair mais investimentos”, afirma. Segundo ele, o melhor ainda está por vir, que são os grandes projetos de infraestrutura em parceria com a Itaipu Binacional, governo do Paraná, Dnit, Infraero e governo federal.

Para o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, o forte ritmo de crescimento da cidade se deve à agenda de desenvolvimento que vem sendo implantada desde o início da gestão do prefeito Chico Brasileiro com apoio da Câmara de Vereadores, Codefoz, Fundo Iguaçu e da Gestão Integrada do Turismo.

Piolla diz que a expansão do turismo, juntamente com a perspectiva de abertura das lojas francas e do lançamento dos editais de concessão de novas áreas do distrito industrial vão impulsionar ainda mais a geração de empregos nos próximos meses. “Expectativa é batermos recorde de geração de empregos este ano”, afirma.

Agência do Trabalhador
A diretora de Desenvolvimento Socioeconômico e Integração Regional, Kelyn Trento, acredita que, com uma maior participação de empresas na Agência do Trabalhador, mais vagas serão ofertadas, e ainda podem ser supridas por trabalhadores com o perfil ideal ao cargo.

A Agência do Trabalhador possui um banco de dados atualizado dos trabalhadores. As empresas interessadas podem cadastrar as vagas solicitando a um agente de capacitação que está disponível para atender por e-mail e telefone ou indo diretamente a agência. Além disso, as empresas podem utilizar salas na estrutura do local para realizar entrevistas para as vagas.

“A missão da Agência do Trabalhador é encontrar um perfil ideal para as vagas oferecidas pela empresa, e ajudar os trabalhadores fora do mercado a encontrarem um novo emprego. Com uma maior participação dos empregadores, poderemos aumentar o número de empregos formais intermediados pela Agência, como também pleitear mais recursos no Ministério do Trabalho para investimentos na estrutura e realização de cursos que atendam a demanda do mercado de trabalho na cidade”, observa Kelyn Trento.

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.