0 Shares 144 Views

Kaefer destaca decretos que ampliam a inclusão e acessibilidade

14 de junho de 2018
144 Views
Deputado Alfredo Kaefer
Deputado Alfredo Kaefer

Deputado Alfredo Kaefer

O deputado Alfredo Kaefer (PP-PR) que desde o início do seu mandato tem defendido agilidade às políticas de inclusão das pessoas com deficiência, atento as demandas, enfatizou as medidas publicadas através de dois decretos publicados no Diário Oficial desta terça-feira. 12, que dispõem sobre acessibilidade e direitos das pessoas com deficiência.

Um dos textos garante a reserva de espaços e assentos em teatros, cinemas, auditórios, estádios, ginásios de esporte, locais de espetáculos e de conferências e similares, em conformidade com a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência.

“Na maioria das vezes as pessoas que sofrem com algum tipo de deficiência ficam alijados de assistir a um show, um filme ou até um jogo de futebol por não ter um local adequado que ofereça segurança e comodidade”, disse Kaefer.

De acordo com a medida, em locais com capacidade de até mil lugares, 2% devem ser destinados a cadeiras de rodas e 2% para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

Em edificações em que a capacidade é acima de mil lugares, a proporção é de 20 espaços para cadeiras de rodas e mais 1% do que exceder mil lugares. Ainda segundo a norma, metade dos assentos reservados devem ter características dimensionais e estruturais para o uso por pessoa obesa. Os espaços devem estar situados em locais que garantam a acomodação de um acompanhante ao lado, além de seguir as normas técnicas de acessibilidade da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Alfredo Kaefer enfatizou que “só sabe a importância da acessibilidade as pessoas com deficiências, como ele próprio. Lembrou que é deficiente físico desde os sete anos e que “ainda hoje, em muitos municípios do Brasil, é comum não haver estrutura alguma para atender as pessoas com deficiência, com essas medidas certamente muita coisa vai melhorar”.

O outro texto também publicado no Diário Oficial dispõe sobre o tratamento diferenciado, simplificado e favorecido às microempresas e às empresas de pequeno porte, ainda segundo o Estatuto da Pessoa com Deficiência. As empresas devem assegurar condições de acessibilidade ao estabelecimento e suas dependências, além de atendimento prioritário, igualdade de oportunidades na contratação de pessoal, condições justas e favoráveis de trabalho e igualdade de remuneração.

“Desde o meu primeiro mandato como deputado federal busquei lá em Brasília participar das discussões sobre o assunto, faço parte da Frente Parlamentar em Defesa de Pessoas com Deficiência e vou em busca de mais conquistas”, concluiu

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.