0 Shares 184 Views

Juíza obriga sindicato a retirar críticas a Ricardo Barros das ruas

13 de dezembro de 2017
184 Views

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, conseguiu uma liminar judicial que obriga sindicatos de policiais a retirarem seu nome e foto de outdoors que criticam a reforma da previdência. A liminar foi concedida pela 16.ª Vara Cível de Curitiba. As informações são de Rogério Galindo no blog Caixa Zero na Gazeta do Povo;

O Sindicato dos Policiais Rodoviários do Paraná e a União dos Policiais do Brasil espalharam cartazes com fotos de políticos paranaenses que votariam a favor das mudanças na previdência sugeridas pelo governo de Michel Temer. Entre eles, está Ricardo Barros, deputado federal eleito e atualmente no cargo de ministro.

O texto dos outdoors diz que esses políticos querem “acabar com a sua aposentadoria” e pede que a população não deixa que eles façam isso. Barros disse que isso lhe causa prejuízos morais.

A juíza Beatriz Fruet de Moraes deferiu parcialmente a liminar. Não ordenou a retirada dos cartazes e do material como um todo nas redes sociais: ordenou apenas que se tirem as referências a Barros.

Mais notícias para você:



Leave a Comment

Your email address will not be published.